Seleccione Edição
Login

Spotify anuncia inclusão de canais de televisão

Serviço de streaming oferece conteúdo de BBC, ESPN e Vice News nos EUA e Europa

Spotify, o aplicativo líder de streaming de música, deu um passo além do áudio e do conteúdo puramente musical. Acaba de acrescentar vídeos de canais de televisão. O conteúdo inicialmente é distribuído nos Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha e Suécia, seu país de origem e, por hora, só funciona na versão para Android, contrariando um hábito da indústria tecnológica de normalmente privilegiar os usuários de iPhone. A força da plataforma móvel do Google reverteu a tendência.

Oferta de conteúdo em vídeo no aplicativo do Spotify para Android.
Oferta de conteúdo em vídeo no aplicativo do Spotify para Android.

Apesar de anunciarem esta opção em maio de 2015, a chegada surpreendeu pelo tipo de conteúdo adicionado. Não são clipes musicais, mas episódios de programas populares de televisão. Os sócios na empreitada são ESPN (dedicado aos esportes), Comedy Central (humor), BBC (notícias e séries), Vice Media (com reportagens investigativas para jovens) e Maker Studios (entretenimento e tecnologia também para jovens).

O aplicativo começou a testar a aceitação desse tipo de conteúdo com 10% de seus usuários, mas reconhece que chegou mais tarde do que o previsto inicialmente. “Fizemos experiências de forma muito intensa. Não pensávamos demorar tanto, mas nossa meta era ambiciosa, queríamos experimentar e testar”, explica Shiva Rajaraman, vice-presidente de produto, por e-mail.

Para todos os gostos

No caminho, aprenderam que os vídeos devem ser apresentados segundo o contexto. A oferta de conteúdo que cada usuário assiste como sugestão dependerá da música que ouve. Por exemplo, já sabem que as “Batalhas épicas de rap”, do Maker Studios, têm grande aceitação. Também se preveniram de que não era efetivo apresentar uma grande oferta de vídeo em si, mas que a forma de empacotamento importa. Assim, criaram uma fórmula para oferecer “Risadas ao meio-dia” ou “as notícias da semana”.

O Spotify conta com 75 milhões de usuários, dos quais 20 milhões são assinantes pagos. Está avaliado em 8,5 bilhões de dólares. O maior desafio que enfrenta com o vídeo é a atenção visual. Para a maioria dos consumidores, o Spotify é um aplicativo que acompanha durante a rotina diária, algo como uma trilha sonora em segundo plano, mas não um serviço que exija olhar a tela. Segundo Daniel Ek, presidente da empresa, o vídeo será uma fonte interessante de receita.

A entrada em campo do vídeo significa passar a trafegar em uma via já dominada por gigantes como YouTube, Snapchat e Facebook.

MAIS INFORMAÇÕES