Incêndio em Paris

Oito pessoas morrem no incêndio de um edifício residencial em Paris

Chamas se propagaram pelo vão da escada

Reuters-Live! (Vídeo)

Um forte incêndio explodiu na madrugada de quarta-feira em um pequeno edifício residencial da rua Myrha em Paris, relativamente próxima do Sacré Coeur. O saldo é dramático: oito mortos, entre eles duas crianças, e quatro feridos graves. Os moradores ouviram os primeiros gritos às quatro horas da manhã (23h de terça de Brasília). O vão da escada agiu como uma chaminé, facilitando a propagação das chamas, que atingiram, principalmente, os moradores dos terceiro e quarto andares.

MAIS INFORMAÇÕES

A rua Myrha, no 18° distrito de Paris, abriga moradias populares. O edifício que sofreu o violento incêndio não era insalubre. Essa afirmação foi feita pela prefeita de Paris, Anne Hidalgo, que às sete da manhã (duas horas da manhã de Brasília) estava, junto com o ministro do Interior, Bernard Cazeneuve, no local da tragédia. Cazeneuve explicou que é muito cedo para saber qual foi a origem do incêndio, ainda que se saiba que começou na parte de baixo e subiu para os andares superiores. As chamas, de grande dimensão, saíam pouco depois pelas janelas dos andares mais afetados. No começo da manhã o ministro manifestou, entretanto, a suspeita de que o incêndio tenha sido intencional por conta da estranha circunstância de que somente duas horas antes do fogo os bombeiros tenham sido chamados para apagar outro incêndio no mesmo imóvel.

Essa primeira chamada aconteceu às 2h23 da madrugada (21h23 em Brasília) devido a um pequeno foco de incêndio devido à queima de um papel. Duas horas depois começava o incêndio no andar térreo que causou a tragédia. A dupla intervenção dos bombeiros, os depoimentos dos vizinhos e as imagens das câmeras de vigilância permitiram a rápida detenção do suspeito.

O edifício não é muito alto: somente cinco andares. O fogo afetou quinze apartamentos, segundo Hidalgo. Quando os bombeiros chegaram ao local de noite (até 60 trabalharam para apagar o incêndio) encontraram duas pessoas mortas na calçada, que haviam se jogado pela janela fugindo do fogo.

Arquivado Em: