Estados Unidos terão nota de 10 dólares com rosto de mulher em 2020

Entre as candidatas estão Eleanor Roosevelt e Rosa Parks

Uma mulher será estampada nas notas de 10 dólares norte-americanos a partir de 2020, informou nesta quinta-feira o Departamento do Tesouro dos Estados Unidos. Será a primeira vez, em 119 anos, que as notas terão um rosto feminino.

Mais informações

O secretário do Tesouro dos EUA, Jack Lew, disse que ainda não foi definido quem será a figura histórica que aparecerá nas notas, já que o departamento pretende realizar uma pesquisa entre a opinião pública para escolher quem ocupará o lugar de destaque.

"Vamos passar muito tempo neste verão [no hemisfério norte] ouvindo as pessoas", disse Lew, uma decisão que, segundo a mídia norte-americana, poderia sair antes do final do ano.

No entanto, a nova nota ainda vai demorar cinco anos para entrar em circulação, devido ao complexo planejamento necessário para reformular os bilhetes, que também incluirão novos métodos contra falsificação e características táteis para cegos.

As sete notas atualmente em circulação nos EUA estampam os presidentes George Washington (1 dólar), Thomas Jefferson (2 dólares), Abraham Lincoln (5 dólares), Andrew Jackson (20 dólares) e Ulysses S. Grant (50 dólares), bem como o primeiro secretário do Tesouro, Alexander Hamilton (10 dólares), e um dos fundadores do país, Benjamin Franklin (100 dólares).

Como sinal de protesto contra a exclusão das mulheres, em 2014 foi criada a organização feminista Women on 20’s (Mulheres nas notas de 20), para convencer o presidente dos EUA, Barack Obama, de que "chegou a hora de colocar o rosto de uma mulher na moeda" do país.

Ainda que não estampe a nota de 20, mas a de 10 dólares, a organização já lançou algumas ideias sobre quem poderia ocupar o lugar, como Eleanor Roosevelt — mulher do presidente Franklin Delano Roosevelt (1933-1945) e defensora dos direitos das mulheres, crianças e minorias —, Harriet Tubman (ex-escrava e líder abolicionista) ou Rosa Parks (famosa ativista contra a segregação racial).

O mais visto em ...Top 50