Você é forte o suficiente para ser um figurante em ‘Game of Thrones?’

O brasileiro Bruno Sidrim provou que sim e participou de cinco dias de gravação na Croácia

Bruno e Dean-Charles Chapman (o jovem rei Tommen).
Bruno e Dean-Charles Chapman (o jovem rei Tommen).

"Você é forte? Então me carrega", lançou a produtora, olhando o brasileiro Bruno Sidrim de cima a baixo. Ela era alta e ele temeu por um segundo. No seguinte, levantou a moça de um impulso (longelínea, nada pesada) e ganhou a vaga pela qual havia lutado por quase um dia inteiro em  Dubrovnik: a chance de gravar como extra episódios da quinta temporada da Game of Thrones.

Mais informações

O final  feliz de Sidrim, de férias na Croácia, começou quando a funcionária boa praça do hostel em que estava hospedado comentou que os produtores da série seguiam procurando figurantes para gravação. O cearense estranhou. Já tinha escutado que a passagem da gravação de GoT por outras locações, como Sevilha, na Espanha, tinha causado comoção e verdadeira batalha para conseguir ser extra. Além do mais, ele não sabia que as gravações tinham se estendido até aquele setembro de 2014.

"Mas na Croácia não foi assim. Disseram que os produtores acharam que o público local era muito alto, não era adequado, bem mais alto que os atores ", diz Sidrim, de 1m78, que resolveu tentar a sorte procurando locações conhecidas de Dubrovnik, tentando passar a barreira de seguranças e funcionários muito ocupados para mais um fã até ser salvo por uma mensagem confirmadora via Facebook.

"Depois eu vi que era o menor de todos os escolhidos, os figurinos não eram tão pesados assim", conta ele. O arquiteto calcula que as armaduras que usou nas gravações pesavam uns seis quilos.

Sem spoiler

Nos cinco dias que gravou -dos dez em que aceitou ficar à disposição na Croácia, ganhando 50 euros por dia trabalhado-, Sidrim confirmou o que esperava: a qualidade impressionante da maquiagem e do figurino da série. "Os efeitos especiais, como inserção de cenário e multiplicação de extras sobre tela verde era realmente impressionantes."

Com as gravações fragmentadas, não dava para acompanhar o enredo inteiro. Sidrim jura que não sabe tudo que acontece nesta temporada que estreou neste domingo.  "Nem a fala dos personagens a gente escuta, mas algumas dá para perceber", diz. "No segundo dia, por exemplo, o clima era de funeral de alguém importante, então dá para imaginar que era do Tywin Lannister, que morreu na temporada passada. Outra parecia uma celebração, então imaginamos ser um casamento".

Sua cena preferida na aventura de Dubrovnik foi a "caminhada da vergonha", que levou três dias para ser filmada. "É minha série favorita. Acho que o que mais gosto é intriga, saber que nenhum personagem está de fato a salvo."

Agora a diversão dos amigos de Sidrim, que começou neste domingo, é brincar de 'onde está o Bruno?' na tela. Ele entrega: “Na caminhada da vergonha, eu sou o primeiro soldado que aparece na cena, logo de cara”.