A lista dos investigados

Ao todo, 49 políticos e um lobista tiveram o pedido de investigação autorizados pelo Supremo Tribunal Federal. 4 congressistas tiveram os pedidos arquivados

Ao todo, 49 políticos e um lobista serão investigados pelo Ministério Público Federal. Há quatro ex-ministros dos governos do PT (Antonio Palocci, Edson Lobão, Gleisi Hoffmann, Humberto Costa), boa parte da bancada do PP e  importantes integrantes do PMDB (Renan Calheiros, Eduardo Cunha, e Romero Jucá). Faz parte da relação o senador tucano Antonio Anastasia, ligado ao senador e ex-candidato a presidente Aécio Neves.

Mais informações

Eis os implicados, por partido. 

PT – 8 investigados

Antonio Palocci, ex-ministro e ex-deputado federal, São Paulo (será investigado na primeira instância)

Cândido Vacarezza, ex-deputado federal, São Paulo (será investigado na primeira instância)

Gleisi Hoffman, senadora e ex-ministra, Paraná

Humberto Costa, senador, Pernambuco

José Mentor, deputado federal, São Paulo

José Vaccari, tesoureiro do partido

Lindbergh Farias, senador, Rio de Janeiro

Vander Loubet, deputado federal, Mato Grosso do Sul

PMDB – 8

Aníbal Gomes, deputado federal, Ceará

Edison Lobão, senador e ex-ministro, Maranhão

Eduardo Cunha, presidente da Câmara dos Deputados, Rio de Janeiro

Fernando Soares, lobista do partido

Renan Calheiros, presidente do Senado, Alagoas

Romero Jucá, senador, Roraima

Roseana Sarney, ex-governadora e ex-senadora, Maranhão

Valdir Raupp, senador, Roraima

PTB -1

Fernando Collor de Mello, senador e ex-presidente, Alagoas

 SDD -1

Luiz Argôlo, ex-deputado federal, Bahia

PSDB - 1

Antonio Anastasia, senador e ex-governador, Minas Gerais

PP – 31

Afonso Hamm, deputado federal, Rio Grande do Sul

Aguinaldo Ribeiro, deputado federal, Paraíba

Aline Corrêa, ex-deputada-federal, São Paulo

Arthur Lira, deputado federal, Alagoas

Benedito de Lira, senador, Alagoas

Carlos Magno Ramos, deputado federal, Rondônia

Ciro Nogueira, senador e presidente do PP, Piauí

Dilceu Sperafico, deputado federal, Paraná

Eduardo da Fonte, deputado federal, líder da bancada na Câmara, Pernambuco

Gladson Cameli, senador, Acre

Jerônimo Goergen, deputado federal, Rio Grande do Sul

João Alberto Pizzolatti Junior, ex-deputado federal, Santa Catarina

João Leão, ex-deputado federal, Bahia

José Linhares da Ponte (Padre Zé), ex-deputado federal, Bahia

José Otávio Germano, Rio Grande do Sul

Lázaro Botelho Martins, deputado federal, Tocantins

Luiz Carlos Heinze, deputado federal, Rio Grande do Sul

Luiz Fernando Faria, deputado federal, Minas Gerais

Mario Silvio Mendes Negromonte, ex-ministro das Cidades, Bahia*

Missionário José Olímpio, deputado federal, São Paulo

Nelson Meurer, deputado federal, Paraná

Pedro Corrêa, ex-deputado federal, Pernambuco

Pedro Henry Neto, ex-deputado federal, Mato Grosso

Renato Molling, deputado federal, Rio Grande do Sul

Roberto Egídio Balestra, deputado, Goiás

Roberto Pereira de Brito, deputado, Bahia

Roberto Teixeira, ex-deputado federal, Pernambuco

Sandes Junior, deputado federal, Goiás

Simão Sessim, deputado-federal, Rio de Janeiro

Vilson Luiz Covatti, ex-deputado, Rio Grande do Sul

Waldir Maranhão Cardoso, deputado, Maranhão

NÃO SERÃO INVESTIGADOS

PT - 1

Delcídio Amaral, senador, Mato Grosso do Sul

PMDB - 2

Alexandre Santos, ex-deputado federal, Rio de Janeiro

Henrique Eduardo Alves, ex-deputado federal, Rio Grande do Norte

PSDB - 1

Aécio Neves, senador, Minas Gerais