Sociedade

Tom Brady e Gisele Bündchen, o casal da América

O vencedor do Super Bowl e a top model formam um dos casais mais atraentes

Gisele Bündchen e Tom Brady durante passeio em Nova York, em junho.
Gisele Bündchen e Tom Brady durante passeio em Nova York, em junho.CORDON PRESS

Nas fotos da vitória do New England Patriots no Super Bowl de domingo passado, a estrela da equipe, da partida e da liga de futebol americano dos Estados Unidos, Tom Brady, aparece abraçado a seus companheiros de time, a seu técnico, levantando o troféu Vince Lombardi pela quarta vez na carreira, sob uma chuva de confetes. Essas são as imagens que foram publicadas nos jornais e sites esportivos. Mas as publicações de personalidades também tiveram seu festim: a supermodelo mais bem paga do mundo, com dois meninos que vestiam a camiseta do pai, beijando ainda no campo o marido suado. Gisele Bündchen gosta de mostrar ao mundo como é feliz desde que se casou com Tom Brady. Suas contas no Twitter e no Instagram são um diário que deliciam os fãs. “Muito orgulhosa deste homem. Parabéns pelo título da conferência americana”, escreveu, em inglês e português, no mês passado, quando os Patriots garantiram vaga no Super Bowl. A mensagem era acompanhada de uma foto casual com Brady. Durante as partida, tuitava “godaddy” e “vamos papai”, e fotos de seus filhos preparados para ver o pai ganhando. A revista Vanity Fair publicou, na segunda-feira, uma reportagem em tom de brincadeira com o título: “Os Brady-Bündchen são oficialmente uma das famílias mais perfeitas da América”.

Mais informações

Mas, do ponto de vista da imagem, quem nega que de fato eles são? “Desde o princípio soube que ele era o meu homem”, diz a brasileira em entrevista nesta semana à Vogue. "Pude ver em seus olhos que é um homem íntegro, que acredita nas mesmas coisas que eu”. Ele, por sua vez, há anos diz nas entrevistas como está bem consigo mesmo e com sua família. Em 2013, disse à Fox: “Tenho sido abençoado além das palavras, muito além de qualquer pensamento. Ganhar a vida jogando futebol, ter a mulher mais bela, a quem amo tanto, e os filhos mais bonitos, que são saudáveis e felizes. Venho da melhor família que se pode ter, com pais que me apoiam e irmãs que me querem bem. Não se pode ter mais sorte”.

Brady nasceu em San Maeto, Califórnia, há 37 anos. Cresceu em uma casa com três irmãs. É um homem de 1,93m de altura, sorriso caloroso e olhos azuis, que poderia ter interpretado o papel de capitão de time de futebol americano em qualquer filme. Além de saudável, bem-sucedido, bonito, atleta e milionário, Brady adora sua mãe, a quem abraçou diante das câmeras no domingo dentro de campo.

A história dos relacionamentos públicos de Brady começou com a atriz Bridget Moynahan (Eu, Robô). Brady, que estreou no ano 2000 como quarterback dos Patriots, já havia conquistado dois títulos do Super Bowl e era um grande astro do esporte quando começou a sair com Moynahan, em 2003. No entanto, os Estados Unidos assistiram, em 2006, à separação do casal quando ela estava grávida. O filho deles, Jack, nasceu em 2007. À época, Brady já estava saindo com Gisele Bündchen. Eles se casaram em 2009 e tiveram dois filhos: Benjamin, de cinco anos, e Vivian, de dois. No domingo, Bündchen levou também o filho de Moynahan para assistir ao jogo do pai.

Tom Brady e Gisele Bündchen comemoram depois da vitória no Super Bowl.
Tom Brady e Gisele Bündchen comemoram depois da vitória no Super Bowl.JAMIE SQUIRE

Em 2013, a revista Forbes os colocou como número dois em sua lista de casais mais bem pagos dos Estados Unidos, atrás apenas dos astros da música Jay Z e Beyoncé Knowles. A revista calculou os ganhos conjuntos dos Brady-Bündchen em cerca de 80 milhões de dólares (222,5 milhões de reais) por ano. Bündchen ganha cerca de 4 milhões a mais que o marido. As estimativas são de 42 milhões de dólares por ano para a modelo. Juntos, segundo a Forbes, ganham mais que o terceiro casal da lista, Brad Pitt e Angelina Jolie, o mais parecido com a monarquia que Hollywood tem atualmente.

O ranking da Forbes aponta outra curiosidade. Bündchen, de 34 anos, não só ganha mais do que o marido, mas também está acima dele na lista dos 100 famosos mais poderosos do mundo. O âmbito quase que exclusivamente norte-americano do futebol americano restringe o status de estrela de Brady a seu país e a parte do público latino-americano. Seu esporte está muito longe de ser um entretenimento global como o futebol, a música ou o cinema. Dessa forma, fora dos Estados Unidos sua esposa é mais conhecida do que ele. Nos EUA, ela é a modelo brasileira que se casou com Brady, o melhor jogador do esporte mais popular do país. Para a Europa e outros lugares do planeta, ele é o jogador que se casou com Gisele Bündchen. Isso os torna globalmente menos conhecidos que os Beckham, os Knowles o os Pitt-Jolie, ainda que estejam no mesmo grupo.

Pouco depois do casamento, os Brady-Bündchen compraram um terreno de 1.700 metros quadrados em Brentwood, nas colinas de Los Angeles, e construíram uma mansão milionária descomunal. No entanto, o casal pouco ficou lá e decidiu levar sua vida no Leste dos EUA. No ano passado venderam a casa, da qual há muitas fotos disponíveis na Internet, ao rapper Dr. Dre por estimados 40 milhões de dólares. Atualmente vivem em outra mansão em Boston, Massachusetts, casa do New England Patriots. Suas fotos são com as crianças, passeando e andando de bicicleta. O casal mais perfeito da América não decepciona. Tem gente que tem direito de ser brega.