Cristina Kirchner é internada devido a “quadro febril infeccioso”

A presidenta de Argentina está em observação em um hospital de Buenos Aires

Cristina Kirchner em um ato na semana passada.Atlas / EFE (atlas)

A presidenta da Argentina, Cristina Kirchner, foi internada no domingo à tarde no hospital de Buenos Aures Otamendi devido a “um quadro febril infeccioso”. A notícia foi divulgada na Argentina no domingo à noite, depois que os médicos presidenciais Marcelo Ballesteros e Ricardo Solla apresentaram um breve comunicado que dizia que, naquela tarde, Kirchner apresentava um quadro febril infeccioso.

Mais informações

“Devido a isso decidiu-se por sua internação para diagnóstico e tratamento”, afirma o documento.

A doença acontece depois que em 17 de outubro Kirchner teve uma faringite, e por isso teve de ficar de repouso por 48 horas. Na ocasião, a presidenta reapareceu em público quatro dias depois de diagnosticado o problema.

Cristina Kirchner foi operada em outubro do ano passado devido a um hematoma craniano. Durante seis semanas a presidência ficou a cargo do vice-presidente, Amado Boudou, que está envolvido em um caso de corrupção.

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Recomendaciones EL PAÍS
Logo elpais

Você não pode ler mais textos gratuitos este mês.

Assine para continuar lendo

Aproveite o acesso ilimitado com a sua assinatura

ASSINAR

Já sou assinante

Se quiser acompanhar todas as notícias sem limite, assine o EL PAÍS por 30 dias por 1 US$
Assine agora
Siga-nos em: