Morre o filho mais novo do fraudador Bernard Madoff

Andrew, de 48 anos, sofria de câncer Seu irmão mais velho, Mark, se suicidou dois anos após a revelação da maior trama piramidal na história de Wall Street

Bernard Madoff antes de ser condenado.
Bernard Madoff antes de ser condenado. (EFE)

O castigo ao clã dos Madoff continua. Andrew, o filho mais jovem do fraudador Bernard Madoff, faleceu em um hospital em Nova York depois de uma longa luta contra o câncer. Tinha 48 anos de idade. Seu irmão Mark se suicidou no final de 2010, exatamente dois anos depois da descoberta daquela que é considerada a maior trama piramidal na história recente de Wall Street.

Andrew Madoff rompeu todo tipo de relação com seu pai, assim que este revelou aos dois filhos que toda a fortuna que possuíam era fruto de uma fraude mantida durante várias décadas. O financista, que até então era um dos nomes mais reconhecidos de Wall Street, foi condenado a 150 anos de prisão. Cumpre pena em Butner, Carolina do Norte.

Há um ano, em uma entrevista à revista People, Andrew disse não ter perdoado o seu pai pelo que fez. Foi taxativo: “Já está morto para mim”, declarou. Como Mark, sempre defendeu sua inocência e disse não estar a par da fraude, apesar ter trabalhado na mesma firma que orquestrou o esquema de pirâmide em Nova York.

Mark Madoff não suportou a pressão e se matou aos 46 anos de idade. Os dois sempre se perguntaram como era possível que Bernard Madoff pudesse ter provocado tanto dano. A investigação penal nunca localizou provas que os relacionassem à fraude. Irving Picard, o responsável por recuperar os recursos para os extorquidos, tentou reabrir o processo contra eles.

A fraude está calculada em 17,5 bilhões de dólares (39 bilhões de dólares). Picard está convencido e tem agora indícios de que tanto Mark como Andrew ajudaram o pai a encobrir a trama e evitar sua descoberta pelos reguladores do sistema financeiro. Por isso, pediu em julho passado ao juiz que lhe permitisse incluir novos detalhes ao processo, aberto há cinco anos.

Picard conseguiu recuperar mais de 9,8 bilhões para compensar as vítimas de Bernard Madoff. Sua mulher, Ruth, também se distanciou do marido e da alta sociedade nova-iorquina. Há alguns meses, mudou-se para casa de seu filho em Connecticut, para estar ao lado dele durante o tratamento. Trocou os passeios de iate pelas visitas ao hospital com Andrew.

Arquivado Em: