Mais de 100.000 pessoas são esperadas para a missa campal de Campos

Marina Silva está no Recife com a viúva do ex-governador do PSB e acompanhará os corpos até o local do velório, que deve começar à uma da madrugada de domingo. A missa será às 10h

Pessoas jogam pétalas sobre o carro com os restos mortais das vítimas.
Pessoas jogam pétalas sobre o carro com os restos mortais das vítimas.Aarón Cadena Ovalle (EFE)

A candidata a vice, Marina Silva, chegou à casa da viúva de Eduardo Campos, em Recife, e de lá acompanhará a chegada dos corpos na base aérea da capital pernambucana. Marina, que deve assumir a cabeça da chapa da coligação com a morte de Campos, irá, posteriormente, com Renata Campos e com os corpos para o local do velório. O cortejo fúnebre passará por 11 bairros e terminará em frente ao Palácio do Campo das Princesas, onde o corpo será velado. A previsão é que o velório comece após a 1 da madrugada deste domingo. Amanhã, às 10h da manhã, está prevista uma missa campal em homenagem ao ex-governador do estado, aberta ao público. A expectativa é de que mais de 100.000 pessoas compareçam.

MAIS INFORMAÇÕES

O Instituto Médico Legal de São Paulo identificou e liberou na tarde deste sábado os restos mortais das sete vítimas do acidente aéreo que matou o ex-governador Eduardo Campos na última quarta feira. O corpo de Campos seguiu para o Recife, onde deve chegar depois das 22 horas deste sábado. O funeral está previsto para a tarde de domingo no cemitério de Santo Amaro, onde foi sepultado o avô de Campos e seu mentor político, o ex-governador Miguel Arraes.

A movimentação na casa da família Campos é grande com a chegada de políticos do PSB, como o atual presidente, Roberto Amaral, e representantes de outros partidos, como o senador do PT Eduardo Suplicy, e o senador Cristovam Buarque, do PDT do Distrito Federal.

Arquivado Em: