Um incêndio ameaça o Parque Nacional de Yosemite, na Califórnia

O fogo provoca a interdição de uma das entradas, mas o resto do parque permanece aberto Mais de 1.000 pessoas são retiradas dos arredores de Sacramento por causa de outro incêndio

Vista do incêndio perto de Yosemite, ontem.
Vista do incêndio perto de Yosemite, ontem.STUART PALLEY / EFE

Um incêndio que supera os 1.000 hectares de extensão chegou nesta segunda-feira aos arredores do Parque Nacional de Yosemite, uma das maiores atrações turísticas da Califórnia. O fogo começou no sábado e obrigou a interdição de um dos principais acessos ao parque. Na segunda-feira à tarde (noite no Brasil), as autoridades informaram que haviam conseguido controlar 5% do incêndio. Até agora, esse foi o único avanço contra as chamas.

Pelo menos 580 bombeiros atuam contra o fogo, sob condições climáticas agravadas pela prolongada estiagem que assola a Califórnia, num terreno seco e duro. O fogo está na zona conhecida como El Portal. Três campings foram desocupados. O parque continuava aberto ao público na segunda-feira.

Mais informações

O fogo queimou até o momento uma casa na localidade de Foresta. Cerca de 200 moradores foram retirados de 45 casas. Residentes da zona citados pelo jornal The Fresno Bee disseram que o fogo estava levando os ursos do parque para as casas de El Portal, e eles temiam que os animais entrassem em suas moradias desocupadas atrás de comida.

O incêndio mais grave já registrado nesta zona foi em 2013, quando 100.000 hectares foram consumidos.

Perto dali, ao leste da cidade de Sacramento, outro incêndio destruiu 13 casas, o que obrigou a evacuar 1.000 pessoas nos arredores da serra Nevada. Na tarde de segunda-feira, o fogo já havia devorado 1.500 hectares, mas os bombeiros haviam conseguido conter metade do incêndio, e as autoridades começaram a autorizar os desabrigados a voltar às suas casas.

A Califórnia vive uma das piores secas de sua história, que já dura três anos e se agravou no primeiro semestre de 2014. Segundo dados do Departamento de Proteção Florestal de Califórnia citados pela agência Efe, até 19 de julho houve 3.400 focos de incêndio, que haviam consumido 20.600 hectares, muito acima dos 2.500 incêndios e 12.100 hectares queimados num ano habitual.

Debido a las excepcionales circunstancias, EL PAÍS está ofreciendo gratuitamente todos sus contenidos digitales. La información relativa al coronavirus seguirá en abierto mientras persista la gravedad de la crisis.

Decenas de periodistas trabajan sin descanso para llevarte la cobertura más rigurosa y cumplir con su misión de servicio público. Si quieres apoyar nuestro periodismo puedes hacerlo aquí por 1 euro el primer mes (a partir de junio 10 euros). Suscríbete a los hechos.

Suscríbete
O mais visto em ...Top 50