RACISMO

A polícia prende o jovem que jogou uma banana em Dani Alves no estádio

O detido foi acusado de um delito contra os direitos fundamentais e liberdades públicas O Villarreal retirou sua carteirinha de sócio para sempre

Imagem televisiva do momento em que Alves recolhe e come a banana.
Imagem televisiva do momento em que Alves recolhe e come a banana.

Agentes da Polícia Nacional prenderam na terça-feira o jovem autor do lançamento da banana ao jogadordo FC Barcelona Daniel Alves durante a partida entre esta equipe e o Villarreal no estádio El Madrigal, informaram fontes policiais à Europa Press.

O homem foi apresentado às 19h15 desta terça-feira na delegacia do Corpo Nacional de Polícia de Villarreal (Castellón), e ali foi detido por um delito contra os direitos fundamentais e liberdades públicas recolhido no artigo 510 do Código Penal espanhol.

Trata-se de David Campayo Lleo, de 26 anos. Os fatos ocorreram no domingo passado no minuto 75 do jogo, quando este indivíduo lançou uma banana ao campo onde se encontrava o brasileiro Dani Alves, um gesto que tem conotações racistas.

Como resposta a este gesto, seu próprio clube, o Villarreal, adotou a decisão de retirar para sempre o carnê de sócio e impedir seu acesso ao campo.

No EL PAÍS, dezenas de jornalistas trabalham para levar a você as informações apuradas com mais cuidado e para cumprir sua missão de serviço público. Se quiser apoiar nosso jornalismo e ter acesso ilimitado, pode fazê-lo aqui por 1 euro no primeiro mês e 10 euros a partir do mês seguinte, sem compromisso de permanência.

Inscreva-se

Mais informações