Seleccione Edição
Login

Ao menos 28 mortos na China em um ataque de homens armados com facas

Um grupo de pessoas invadiu uma estação de trem na cidade de Kunming e deixou mais de 100 feridos

Um homem estendido no chão depois de receber um disparo da polícia.
Um homem estendido no chão depois de receber um disparo da polícia. REUTERS

Ao menos 28 pessoas morreram e 108 ficaram feridas em um ataque de um grupo de homens armados com facas em uma estação de trem da cidade de Kunming, na província chinesa de Yunnan, no sudoeste do país, segundo informa a agência oficial de notícias chinesa Xinhua, citando fontes policiais. Segundo as autoridades, trata-se de um "ataque terrorista violento e premeditado"; os agressores invadiram a Estação de Kunming por volta das 21.00 (hora local), segundo a Polícia da cidade.

Um correspondente de Xinhua presente no local dos fatos informou que vários suspeitos foram mortos e que a Polícia continua investigando as pessoas que se encontram na estação. Também há bombeiros e faxineiros no local e os feridos mais graves foram levados a hospitais.

Um médico do Hospital Popular Nº1 de Kunming explicou em entrevista por telefone a Xinhua que os trabalhadores do centro estão ocupados tratando dos feridos e não pôde confirmar a números de pessoas que foram levadas ao hospital. Outro médico afirmou em declarações sob condição de anonimato que continuam chegando feridos ao centro.

No hospital já se contabilizaram uma dúzia de cadáveres, segundo um jornalista de Xinhua deslocado até ao Instituto Médico Legal de lá. Segundo essa fonte, até a meia-noite chegaram 60 vítimas do ataque no hospital, de acordo com os registros do próprio centro.

Um dos agredidos, Yang Haifei, relatou que foi atacado quando estava comprando um bilhete e viu a um grupo de pessoas que corriam para o interior da estação, a maioria vestidos de negro. "Vi uma pessoa que vinha correndo na minha direção com uma faca grande e fugi junto com os outros", relatou Yang, que ficou ferido no peito e nas costas. Yang explicou que os feridos mais graves são os que eram mais lentos e os que "caíam no chão".

Rapidamente se espalharam fotografias do ataque pelas redes sociais, como Sina Weibo, com imagens escabrosas de vítimas no chão estendidas sobre poças de sangue.

A Secretaria de Gestão de Segurança do Ministério do Interior já qualificou o incidente de "crime violento grave" por meio de sua conta oficial na rede social Sina Weibo. Além disso, informa que a situação está se estabilizando e os feridos receberam tratamento. A Polícia já está trabalhando na investigação. "Não importam os motivos dos assassinos. Matar inocentes vai contra a amabilidade e a Justiça. A Polícia perseguirá esses crimes de acordo com a lei sem nenhuma tolerância. Que os mortos descansem em paz", acrescenta.

A Estação de Kunming, situada no sudeste da cidade, é uma das maiores estações ferroviárias do sudoeste da China. Ele começou a funcionar em 1958.