Seleccione Edição
Login

Volta ao mundo de Carnaval em Carnaval

Cidades e povoados de diferentes lugares do mundo começam a lotar de pessoas fantasiadas com trajes e máscaras

  • O Carnaval permite que o indivíduo se transforme por uns dias e seja alguém diferente. De Veneza à Barranquilla, de Cádiz ao vale do Rhin, milhões de pessoas cobrem seus rostos, preparam carros alegóricos, canções humorísticas ou tentam ser eleitas rainhas por um dia. A música e a dança são protagonistas indiscutíveis. Na imagem, máscaras douradas na Veneza.
    1O Carnaval permite que o indivíduo se transforme por uns dias e seja alguém diferente. De Veneza à Barranquilla, de Cádiz ao vale do Rhin, milhões de pessoas cobrem seus rostos, preparam carros alegóricos, canções humorísticas ou tentam ser eleitas rainhas por um dia. A música e a dança são protagonistas indiscutíveis. Na imagem, máscaras douradas na Veneza. REUTERS
  • Máscara branca coberta de flores, em Veneza.
    2Máscara branca coberta de flores, em Veneza. REUTERS
  • Um grupo fantasiado com roupas de época passeando pela praça de São Marcos de Veneza.
    3Um grupo fantasiado com roupas de época passeando pela praça de São Marcos de Veneza. REUTERS
  • Um violinista fantasiado com um traje do século XVIII ensaia na praça de São Marcos de Veneza.
    4Um violinista fantasiado com um traje do século XVIII ensaia na praça de São Marcos de Veneza. REUTERS
  • Pôr do sol junto aos canais de Veneza. Duas pessoas mascaradas passeiam pelas ruas da cidade.
    5Pôr do sol junto aos canais de Veneza. Duas pessoas mascaradas passeiam pelas ruas da cidade. AFP
  • Uma pessoa passeia vestida com trajes de época pelas ruas de Veneza.
    6Uma pessoa passeia vestida com trajes de época pelas ruas de Veneza. REUTERS
  • Uma mulher prepara um dos carros que desfilarão no Carnaval de Barranquilla, na Colômbia.
    7Uma mulher prepara um dos carros que desfilarão no Carnaval de Barranquilla, na Colômbia. AFP
  • Desde o século XIX é tradição que os colombianos participem no Carnaval de Barranquilla.
    8Desde o século XIX é tradição que os colombianos participem no Carnaval de Barranquilla. AFP
  • Um grupo de pessoas ensaiando para o desfile, em Barranquilla (Colômbia).
    9Um grupo de pessoas ensaiando para o desfile, em Barranquilla (Colômbia). AFP
  • Um grupo de pessoas participa de um festival em Las Palmas de Gran Canaria (Espanha).
    10Um grupo de pessoas participa de um festival em Las Palmas de Gran Canaria (Espanha). Getty Images
  • As bailarinas de 'Los Rumberos' durante uma atuação no concurso do Carnaval em Santa Cruz de Tenerife (Espanha).
    11As bailarinas de 'Los Rumberos' durante uma atuação no concurso do Carnaval em Santa Cruz de Tenerife (Espanha). efe
  • Uma mulher participa do desfile dos 30 anos do bloco 'Simpatia é Quase Amor', pelas ruas do bairro de Ipanema na cidade do Rio de Janeiro.
    12Uma mulher participa do desfile dos 30 anos do bloco 'Simpatia é Quase Amor', pelas ruas do bairro de Ipanema na cidade do Rio de Janeiro. efe
  • Oficina da escola de samba Mocidade Independente de Padre Miguel, no Rio de Janeiro. Marceneiros, soldadores e pintores trabalham às pressas para deixar prontos os carros alegóricos.
    13Oficina da escola de samba Mocidade Independente de Padre Miguel, no Rio de Janeiro. Marceneiros, soldadores e pintores trabalham às pressas para deixar prontos os carros alegóricos. efe
  • Detalhes de um carro alegórico da escola de samba União da Ilha do Governador, no Rio de Janeiro.
    14Detalhes de um carro alegórico da escola de samba União da Ilha do Governador, no Rio de Janeiro. efe
  • Um trabalhador retoca um carro que satiriza o bispo Franz Peter Tebartz-van Elst, sob o lema 'Vivir como Deus em Limburg', em Mainz, Alemanha. Tebartz-van Elst gastou quase 100 milhões de reais da igreja na renovação de sua residência em Limburg, o que provocou indignação entre os católicos na Alemanha. O desfile de Carnaval de Mainz caracteriza-se por debochar dos políticos e celebridades.
    15Um trabalhador retoca um carro que satiriza o bispo Franz Peter Tebartz-van Elst, sob o lema 'Vivir como Deus em Limburg', em Mainz, Alemanha. Tebartz-van Elst gastou quase 100 milhões de reais da igreja na renovação de sua residência em Limburg, o que provocou indignação entre os católicos na Alemanha. O desfile de Carnaval de Mainz caracteriza-se por debochar dos políticos e celebridades. Getty Images
  • Carro que satiriza Edward Snowden e a NSA com o tema 'Os descobridores'. O desfile de Carnaval de Mainz acontece na segunda-feira de Carnaval, dia 3 de março, e é conhecido por debochar dos políticos e celebridades. Esse dia é um dos pontos mais altos da temporada de Carnaval, que se comemora em toda a região do Rhin.
    16Carro que satiriza Edward Snowden e a NSA com o tema 'Os descobridores'. O desfile de Carnaval de Mainz acontece na segunda-feira de Carnaval, dia 3 de março, e é conhecido por debochar dos políticos e celebridades. Esse dia é um dos pontos mais altos da temporada de Carnaval, que se comemora em toda a região do Rhin. getty Images
  • Este carro denuncia a intromissão das redes na vida privada. Sob o lema '...não posso', o carro foi criado pelo clube de Carnaval MCV que participará do desfile de Mainz.
    17Este carro denuncia a intromissão das redes na vida privada. Sob o lema '...não posso', o carro foi criado pelo clube de Carnaval MCV que participará do desfile de Mainz. Getty Images