Novo álbum de Beyoncé vende 80.000 cópias em três horas

O disco 'Beyoncé' é composto por 14 músicas e 17 vídeos gravados pelo mundo, de Nova York ao Rio de Janeiro

Beyoncé durante um show recente em Phoenix, nos EUA.
Beyoncé durante um show recente em Phoenix, nos EUA.Robin Harper / Robin Harper/Invision/AP

O novo álbum de Beyoncé atingiu a marca de 80.000 cópias vendidas em apenas três horas nesta sexta-feira, segundo o site da revista norte-americana Billboard, que cita fontes da indústria fonográfica. A cantora lançou hoje de surpresa e exclusivamente para o iTunes seu quinto álbum de estúdio como solista, e seu primeiro álbum visual, composto por 14 músicas e 17 vídeos gravados pelo mundo, de Nova York ou Paris até Sidney ou Rio de Janeiro.

Em um comunicado distribuído pela gravadora Sony, a artista explica que quis fazer um álbum visual porque ela vê a música.

"É mais do que posso ouvir. Quando estou ligada a algo, imediatamente vejo uma imagem ou uma série de imagens que estão ligadas a um sentimento ou uma emoção, uma lembrança de quando era pequena, pensamentos sobre a vida, meus sonhos e fantasias. E todos estão ligados à música", assegura Beyoncé.

O fato de que Beyoncé, título do álbum, saia à venda no dia em que se conhece a notícia de seu lançamento é uma nova estratégia da artista para oferecer sua música e conteúdos visuais diretamente a seus fãs, quando e da maneira que ela quiser, sem nenhum filtro.

Essa abordagem permite que seus fãs sejam os primeiros a ouvir, ver e se formar suas próprias opiniões sobre o álbum, sem intermediários, segundo a nota. "Não queria lançar meu novo disco como tinha feito até agora", afirma a cantora, que se mostra ávida por novas fórmulas.

"Sinto que posso me comunicar diretamente com meus fãs. Há tantas coisas entre a música, a artista e os fãs. Não queria que ninguém soubesse quando eu lançaria meu novo álbum. Queria que saísse à venda quando estivesse terminado, diretamente de mim para meus fãs", explica. Beyoncé já está disponível em todo mundo e exclusivamente na Loja iTunes.

Tratando-se de uma artista cujo material foi filtrado algumas vezes, se desenhou um meticuloso plano preventivo. O álbum será oferecido como uma unidade na qual cada música e cada vídeo poderão ser comprados conjuntamente, informa a gravadora. Hoje tem início a produção do álbum em edição física e o CD/DVD duplo estará disponível nas lojas os próximos Natal.

Por outra parte, o Facebook estreia de maneira exclusiva a primeira parte de Self-Titled, um minidocumentário que dá uma ideia geral de todo o projeto.

Nesse primeiro álbum visual, Beyoncé, que também é compositora, produtora e diretora, reuniu um destacado grupo de artistas, compositores, produtores e diretores de vídeo.

Entre eles se encontram JAY Z, Timbaland, Justin Timberlake, Pharrell Williams, Drake, The Dream, Sia, Ryan Tedder, Miguel, Frank Ocean, Hit-Boy, Ammo, Boots, Detail, Jake Nava, Hype Williams, Terry Richardson, Melina Matsoukas, Jonas Åkerlund, Ricky Saiz, Pierre Debusschere, @lilinternet, Noah "40" Shebib, Francesco Carrozzini, Caroline Polachek, Ed Burke, Bill Kirstein e Todd Tourso.

Os fãs inspiram esse álbum composto por músicas que exploram o amor, a perda, o medo, a raiva, a honestidade, a alegria, a sexualidade e a autoconfiança. Quanto aos vídeos, a maioria foi gravada durante sua turnê Mrs. Carter Show World Tour e mantida em segredo. Neles se captura cada uma das feições de Beyoncé, também com sua vulnerabilidade e imperfeições. "Só quero oferecer o álbum às pessoas que quero e respeito, e espero que eles também sintam o mesmo que senti ao gravar," assegura a cantora norte-americana.

Mais informações