O porto de Málaga terá a segunda sede do Centro Pompidou de Paris

O centro acolherá uma exposição temporária e 70 obras durante cinco anos

O Cubo no porto de Málaga.
O Cubo no porto de Málaga.García-Santos

Será chamado Centro Pompidou de Málaga. O espaço cultural localizado no Porto de Málaga, conhecido popularmente como O Cubo, será a subsede do Centro Pompidou de Paris. O prefeito, Francisco de la Torre, informou na manhã desta sexta-feira, 29, o acordo com o reconhecido museu francês de arte moderna, que até agora não tinha presença física fora de seu país de origem.

O convênio de colaboração com a instituição cultural foi aprovado pelo governo local. Segundo De la Torre, o centro, que ocupará 6.000 metros quadrados, abrigará 70 obras por um tempo inicial de cinco anos e, anualmente, terá uma mostra temporal.  A sede do Pompidou de Málaga estará pronta em 2015.

O orçamento do espaço cultural no primeiro ano será de 7,5 milhões de reais (2,5 milhões de euros). Também se estima que a construção da sede custe 15,5 milhões de euros. O prefeito ressaltou a importância do projeto e a posição de liderança que atinge a cidade em matéria de exposições.

Segundo De la da Torre, o Pompidou recebeu ofertas para instalar prédios em outros continentes, mas decidiu se estabelecer definitivamente em Málaga. Na França, já existe outra subsede da instituição cultural na cidade de Metz.