Catalunha

Violência diminui de intensidade no sexto dia de protestos em Barcelona

Grupos de voluntários fazem mediação entre manifestantes e policiais para evitar confrontos como os dos dias anteriores. Em Madri, 26 pessoas ficaram feridas e 10 foram presas durante um protesto

Catalunha

Onda de protestos chega ao quinto dia com greve geral e manifestação unificada em Barcelona

Prisão de líderes catalães independentistas motivou atos em todo o país; após atos, moradores da cidade saem às ruas para varres e apagar os incêndios

em direto

Manifestantes encaram policiais catalães no terceiro dia de protesto em Barcelona

Políticos espanhóis debatem declarar de Estado de exceção. Presidente do governo catalão se une a uma das marchas. Conselho de Interior limita a violência a grupos minoritários de agitadores

Noite de caos, confrontos e fogo em Barcelona

51 detidos e 125 atendidos pelos serviços médicos no segundo dia de protestos na Catalunha

Sentença do 'procés'

Protestos em Barcelona ampliam crise do separatismo catalão após condenação de líderes

O presidente do governo catalão irá nesta quarta-feira à câmara para explicar seu posicionamento, mas nenhum texto conjunto de rejeição à sentença será votado

em direto

Catalunha tem novos atos violentos após juízo que condenou líderes separatistas

Barcelona e Girona vivem segundo dia de protesto depois que o Supremo espanhol condenou líderes separatistas a até 13 anos de prisão

Protestos separatistas na Catalunha

Homem perde um olho em confronto no aeroporto de Barcelona

Hospital diz que as feridas são compatíveis com o impacto de uma bala de borracha; protestos eclodiram após sentença de prisão a líderes separatistas catalães

O desafio de secessão da Catalunha

Protestos tomam a Catalunha após condenação de líderes separatistas

Manifestantes bloquearam o aeroporto de Barcelona, após resultado de julgamento que condenou nove pessoas a penas de até 13 anos

O desafio da secessão da Catalunha

Espanha condena separatistas catalães a penas de até 13 anos

Tribunal Supremo impôs penas por sedição e malversação a nove acusados presos desde 2017; outros três réus, que estão em liberdade, tiveram os direitos políticos cassados