Coração de pedra

Quando em um país as autoridades são incapazes de sentir responsabilidade e menos ainda empatia e dor com as vítimas de uma tragédia, como a pandemia do coronavírus, estamos chegando ao abismo

Presidente Jair Bolsonaro em cerimônia no Planalto no dia 17 de junho em Brasília.
Presidente Jair Bolsonaro em cerimônia no Planalto no dia 17 de junho em Brasília.ADRIANO MACHADO / Reuters

O Brasil já perdeu 50.000 pessoas vitimadas pelo coronavírus, e o Governo de Jair Bolsonaro não é capaz de chorar por elas. Nenhum dia de luto nacional. Nenhuma palavra de consolo e solidariedade com os mortos. Estamos diante de um coração de pedra. ...

Mais informações