Melô da quarentena: Plunct Plact Zum, não vai a lugar nenhum

Toca Raul Seixas por obediência ao isolamento social, é o mínimo, até as crianças sabem, o resto é risco ou extrema necessidade

Crianças brincam nas ruas de Madri no primeiro dia em que puderam deixar suas casas durante a pandemia de coronavírus, no dia 26 de abril.
Crianças brincam nas ruas de Madri no primeiro dia em que puderam deixar suas casas durante a pandemia de coronavírus, no dia 26 de abril.©Jaime Villanueva / EL PAÍS

“Que saudade da rua, né, meu pé”, diz Irene, 3 anos e 3 meses, no embalo do papai & mamãe que repetem memes e parodias inspirados no Dr. Dráuzio —que saudade disso e daquilo, né, minha filha....

Mais informações