EL PAÍS lança assinatura no Brasil

Oliver Stuenkel: “Jornais sofrem pressão dos que temem críticas. Vale investir em jornalismo sério”

Colunista do EL PAÍS, especialista em relações internacionais, destaca a importância da rede de correspondentes e comentaristas do jornal na América Latina para entender os tempos de hoje

O colunista do EL PAÍS Oliver Stuenkel.

Oliver Stuenkel, doutor em Ciência Política, nasceu na Alemanha mas pode-se dizer que tem um coração brasileiro. Colunista do EL PAÍS há quatro anos, Stuenkel é uma das grandes marcas do jornal no Brasil com suas análises precisas sobre a realidade internacional e os jogos de poder na geopolítica mundial. Onde fica o Brasil nesse contexto? Stuenkel, pesquisador da Fundação Getúlio Vargas e autor de diversos livros sobre relações internacionais, é um estudioso dos movimentos das nações emergentes, incluindo aí não só o Brasil como os demais países da América Latina, além dos BRICs.

Apoie nosso jornalismo. Assine o EL PAÍS clicando aqui

Dos Estados Unidos de Donald Trump, da China de Xi Jinping ao Brasil de Bolsonaro, Stuenkel desembaraça em seus textos os fios de interesses econômicos das relações internacionais. Para ele, o EL PAÍS cumpre um papel importante no sentido de formar e informar seus leitores sobre o mundo que nos rodeia e como ele impacta a nossa realidade. “Por ter correspondentes e comentaristas em toda a América Latina, o EL PAÍS oferece aos seus leitores e leitoras diferentes perspectivas para ajudar a dar sentido aos tempos conturbados que estamos vivendo hoje”, diz o cientista político. Stuenkel usa o conhecimento internacional para defender jornalismo independente como o do EL PAÍS. “Em vários países, jornais sofrem pressão daqueles que temem a transparência e a cobertura crítica”, diz. “O EL PAÍS segue firme na missão de oferecer conteúdo de qualidade. Vale a pena investir em jornalismo sério”, conclui.

Assine o EL PAÍS

Graduado na Universidade de Valência, Stuenkel concluiu o mestrado em políticas públicas em Harvard e se tornou doutor pela Universidade de Duisburg-Essen, na Alemanha. O professor coordena o programa de pós-graduação da Escola de Relações Internacionais da FGV, a Escola de História e Ciências Sociais em São Paulo (CPDOC-SP) e o MBA em Relações Internacionais. Antes, foi professor visitante na Universidade de São Paulo e na Escola de Estudos Internacionais da Universidade Jawaharlal Nehru (JNU), em Nova Deli. É membro do Global Public Policy Institute, em Berlim.

Publicou três livros em inglês desde 2014, dois deles traduzidos para o português: BRICS e o Futuro da Ordem Global (2017) e O Mundo Pós-Ocidental (2018). Além deles, escreveu também IBSA: the rise of the Global South (2014). Como colunista, colaborou com o New York Times, Global Times, Financial Times e outros jornais pelo mundo. Atualmente, escreve um livro sobre a competição tecnológica entre os Estados Unidos e a China.

Oliver Stuenkel faz parte do time de colunistas do EL PAÍS que pede seu apoio para que o jornal possa continuar trazendo informações, análises e opiniões de qualidade. Em outubro, o EL PAÍS adotou o modelo paywall para a sua plataforma digital no Brasil, uma mudança necessária para que, após sete anos, o jornal continue cumprindo a missão de trazer ao público brasileiro as notícias mais relevantes do país e do mundo. Assine o EL PAÍS no Brasil e leia todas as reportagens sem limite, por 1 dólar no primeiro mês e 3 dólares mensais na sequência.


Arquivado Em:

Mais informações

Pode te interessar

O mais visto em ...

Top 50