Eleições na Ucrânia

Com 30% dos votos nas pesquisas, comediante deve ir ao segundo turno na Ucrânia

Favorito para as eleições presidenciais deste domingo com 30% dos votos, ele disputa o segundo turno em abril contra Poroshenko

Volodymyr Zelenskiy saúda aos meios, neste domingo em um colégio eleitoral de Kiev.
Volodymyr Zelenskiy saúda aos meios, neste domingo em um colégio eleitoral de Kiev.Emilio Morenatti (AP)

Não poderia ser de outro jeito. O momento da votação do candidato favorito nas eleições da Ucrânia, o comediante Volodymyr Zelenskiy, foi um show. Rodeado por dezenas de jornalistas e câmeras, o ator, que ficou famoso por representar um presidente ucraniano numa série da TV, mal conseguia caminhar em direção ao colégio eleitoral designado, uma academia naval muito próxima ao rio Dnieper. Os demais cidadãos que precisavam votar também tiveram dificuldade – e só puderam entrar no local quando o candidato já havia ido embora. Zelenskiy sai na frente na eleição segundo as pesquisas e agora deve disputar o segundo turno com o atual presidente, Petro Poroshenko, no dia 21 de abril.

MAIS INFORMAÇÕES

“Está a ponto de começar uma vida nova: sem corrupção, sem propina. Uma vida num novo país, um país sonhado”, afirmou Zelenskiy. “Acreditamos que tudo dará certo e que venceremos, mas são os ucranianos que devem decidir.” O candidato, cujo partido Servidor do Povo tem o mesmo nome da série de TV que protagoniza, disse que estava “contente” e que tinha votado numa “pessoa muito digna e qualificada”.

O ator, de 41 anos, teve uma recepção similar à de um astro do rock. Condizente com a campanha eleitoral, na qual ele tentou marcar a diferença em relação aos demais candidatos. Nos colégios do segundo e terceiro favoritos – o atual presidente, Petro Poroshenko, e a ex-primeira-ministra Yulia Timoshenko –, o ânimo era um pouco menor. Se as pesquisas estiverem certas, um dos dois não passará ao segundo turno, que será realizado em 21 de abril caso nenhum candidato obtenha metade dos votos na eleição deste domingo.

Zelenskiy é um outsider da política e quis ser notado por isso. Com um discurso muito focado no combate à corrupção, um dos grandes problemas do país, o ator e produtor adotou um tom de proximidade em seus discursos e comícios, que mais pareceram shows de rock do que atos políticos.

A sede da campanha de Zelenskiy – ou Ze, como é chamado pelos seguidores –, num moderníssimo restaurante de um centro de convenções de Kiev é, sem dúvida, do seu estilo. Decorado com deslumbrantes lâmpadas verdes, cartazes verdes e telas com imagens de seus verdes anúncios eleitorais, o lugar serve de palco para os jovens membros de sua equipe, que fazem fotos e vídeos de campanha para o Instagram numa cabine automática. Há uma mesa de pingue-pongue, poltronas e até mesmo videogames para passar o tempo.