Seleccione Edição
Login
Mangueira Campeã Carnaval Rio 2019
Trecho do desfile campeão da Mangueira, que homenageou a vereadora Marielle Franco. AFP

Marielle presente, um grito que ecoou no Carnaval 2019

12 fotos

A poucos dias de completar um ano do assassinato da vereadora do Rio de Janeiro, a Mangueira é campeã do Carnaval Rio 2019 com enredo que homenageou heróis esquecidos, da resistência negra e indígena. Ativista e política do PSOL foi lembrada por outras agremiações e por foliões nas ruas do Brasil

  • A poucos dias de completar um ano do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes, várias homenagens lembraram a ativista. O desfile da Mangueira é campeão do Carnaval Rio 2019 com enredo 'História para ninar gente grande', que lembrou heróis da resistência negros e índios.
    1A poucos dias de completar um ano do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes, várias homenagens lembraram a ativista. O desfile da Mangueira é campeão do Carnaval Rio 2019 com enredo 'História para ninar gente grande', que lembrou heróis da resistência negros e índios. AFP
  • Foliões da Mangueira desfilam com bandeiras com o rosto de Marielle. Além da vereador do PSOL, assassinada em 2018, a escola homenageou outros heróis da resistência negra e indígena desprestigiados pelos livros escolares no Brasil, como Dandara dos Palmares e Luísa Mahin, guerreiras negras que lutaram pela libertação dos escravos.
    2Foliões da Mangueira desfilam com bandeiras com o rosto de Marielle. Além da vereador do PSOL, assassinada em 2018, a escola homenageou outros heróis da resistência negra e indígena desprestigiados pelos livros escolares no Brasil, como Dandara dos Palmares e Luísa Mahin, guerreiras negras que lutaram pela libertação dos escravos. REUTERS
  • Desfile da Mangueira é campeão do Carnaval Rio 2019 com enredo 'História para ninar gente grande', que lembrou heróis da resistência negros e índios. Um dos heróis lembrados foi a vereadora Marielle Franco, assassinada em março de 2018, representada por esta garota no desfile na Sapucaí.
    3Desfile da Mangueira é campeão do Carnaval Rio 2019 com enredo 'História para ninar gente grande', que lembrou heróis da resistência negros e índios. Um dos heróis lembrados foi a vereadora Marielle Franco, assassinada em março de 2018, representada por esta garota no desfile na Sapucaí. AFP
  • Monica Benicio, viúva da vereadora Marielle Franco, desfilou com a Mangueira, que homenageou a ativista assassinada em 14 de março de 2018, com o motorista Anderson Gomes. O enredo foi campeão em 2019.
    4Monica Benicio, viúva da vereadora Marielle Franco, desfilou com a Mangueira, que homenageou a ativista assassinada em 14 de março de 2018, com o motorista Anderson Gomes. O enredo foi campeão em 2019. REUTERS
  • Uma bandeira da Mangueira em homenagem a Marielle Franco, vereadora do PSOL, morta aos 39 anos a tiros. Seu ativismo foi lembrado nos sambódromos do Rio e de São Paulo e pelas ruas do Brasil durante o Carnaval 2019.
    5Uma bandeira da Mangueira em homenagem a Marielle Franco, vereadora do PSOL, morta aos 39 anos a tiros. Seu ativismo foi lembrado nos sambódromos do Rio e de São Paulo e pelas ruas do Brasil durante o Carnaval 2019. AFP
  • Além da Mangueira, a escola Unidos da Vila Isabel também homenageou a vereadora Marielle Franco. Na imagem, a família de Marielle no destaque da agremiação carioca, no carro 'Liberdade enfim raiou!'.
    6Além da Mangueira, a escola Unidos da Vila Isabel também homenageou a vereadora Marielle Franco. Na imagem, a família de Marielle no destaque da agremiação carioca, no carro 'Liberdade enfim raiou!'. EFE
  • Anielle Silva (segunda, à dir), irmã de Marielle, no destaque da escola Unidos da Vila Isabel.
    7Anielle Silva (segunda, à dir), irmã de Marielle, no destaque da escola Unidos da Vila Isabel. AFP
  • Em São Paulo, a Vai-Vai também homenageou a vereadora do PSOL.  Escola paulistana acabou sendo rebaixada por erros técnicos, mas seu desfile pelo fim do preconceito foi bem recebido pelo público e pelas redes sociais.
    8Em São Paulo, a Vai-Vai também homenageou a vereadora do PSOL. Escola paulistana acabou sendo rebaixada por erros técnicos, mas seu desfile pelo fim do preconceito foi bem recebido pelo público e pelas redes sociais. REUTERS
  • Uma mulher com um adereço em homenagem a Marielle participa do desfile do bloco "Se Benze que dá, no Rio de Janeiro, no Carnaval 2019.
    9Uma mulher com um adereço em homenagem a Marielle participa do desfile do bloco "Se Benze que dá, no Rio de Janeiro, no Carnaval 2019. AP
  • "Se Benze que dá" é nome do bloco criado em 2005 que desfila anualmente no Complexo da Maré. Moradores da favela lembraram o ativismo de Marielle Franco no Carnaval 2019.
    10"Se Benze que dá" é nome do bloco criado em 2005 que desfila anualmente no Complexo da Maré. Moradores da favela lembraram o ativismo de Marielle Franco no Carnaval 2019. REUTERS
  • Foliões desfilam com placas em homenagem a vereadora Marielle Franco, no Complexo da Maré, no Carnaval 2019.
    11Foliões desfilam com placas em homenagem a vereadora Marielle Franco, no Complexo da Maré, no Carnaval 2019. REUTERS
  • Um homem com um adesivo "Marielle vive!", durante o desfile de um bloco de rua no Rio de Janeiro, no Carnaval 2019.
    12Um homem com um adesivo "Marielle vive!", durante o desfile de um bloco de rua no Rio de Janeiro, no Carnaval 2019. AP