A história por trás da lendária foto que John Lennon jamais viu publicada

Neste 8 de dezembro completam-se 38 anos da imagem mais inesquecível de Yoko Ono e do líder dos Beatles, tirada poucas horas antes de seu assassinato

John Lennon e Yoko Ono na famosa foto que ele jamais chegou a ver.
John Lennon e Yoko Ono na famosa foto que ele jamais chegou a ver.ANNIE LEIBOVITZ (INSTAGRAM @MASTERMIND.MAGAZINE)

Todo 8 de dezembro marca um novo aniversário do assassinato de John Lennon, ocorrido na noite de uma segunda-feira de 1980, na entrada do edifício nova-iorquino Dakota, onde ele residia, e depois foi atingido quatro vezes pelo revólver de Mark David Chapman. Sua morte é um dos acontecimentos seminais do século XX, sobre o qual mais se escreveu a respeito e se especulou, mas esse 8 de dezembro também representa o aniversário de uma história menos conhecida do grande público: a de sua lendária foto posando nu com Yoko Ono, que ele jamais chegou a ver.

MAIS INFORMAÇÕES

Annie Leibovitz, a fotógrafa mais bem paga do mundo, que trabalhou para revistas como Vogue e Vanity Fair, trabalhava para a Rolling Stone em 1980. A revista tinha lhe encomendado uma reportagem com o casal para ser a capa de sua nova edição, em função do lançamento do disco Double Fantasy. Apesar de no início a ideia fosse retratar o Beatle sozinho, Lennon pediu que Yoko posasse ao lado dele e Leibovitz foi com uma Polaroid a seu apartamento no edifício Dakota. “Eu tinha visto a capa na qual estavam se beijando. Fiquei muito comovido com esse beijo. Era muito mais do que uma simples foto de um beijo. Então, para a foto que queria tirar, imaginei-os juntos de alguma forma. E não foi difícil para mim imaginá-los sem roupa, porque tiravam sempre. Mas o que aconteceu foi que no último momento Yoko Ono não quis tirar a roupa. Então seguimos em frente com a foto e é uma imagem muito forte ver Yoko vestida junto a Lennon nu”, explicou a fotógrafa em uma conferência realizada durante o Festival de Cannes de 2013.

O casal cumprimentou Leibovitz pelo trabalho realizado e ficaram de se encontrar novamente para ver o resultado. “É assim, essa é nossa relação”, lembra que o intérprete de Imagine afirmou. Infelizmente a reunião não pode acontecer, já que horas depois Lennon foi assassinado. A imagem foi a capa do número especial de janeiro de 1981 da Rolling Stone em comemoração por sua morte, sem outros ‘adornos visuais’ além do título da revista. Em 2005, a Sociedade Americana de Editores de Revistas qualificou-a como a melhor capa dos últimos 40 anos. Muitos se referiram à imagem como uma profecia do terrível acontecimento que estava para acontecer, pela posição fetal de Lennon e a roupa preta (de luto) de Yoko. Uma imagem histórica que, assim como na música criada por Lennon, merece ser homenageada em todo 8 de dezembro.

Arquivado Em: