EL PAÍS Brasil completa cinco anos com recorde de audiência

Jornal cobriu os principais fatos dos últimos anos, registrando sucessivos recordes de leitores

Redação do EL PAÍS na Espanha.
Redação do EL PAÍS na Espanha.

Mais informações

A edição brasileira do EL PAÍS completa cinco anos de existência neste 26 de novembro com recorde de audiência. No mês de outubro, foram registrados 21,4 milhões de navegadores únicos, atingindo uma marca inédita, em uma curva crescente desde o lançamento deste jornal. Em 2013, o grupo PRISA decidiu fincar bandeira no país, atraído pelos ares das jornadas de junho daquele ano, que levaram milhões de pessoas às ruas para protestar contra o governo de Dilma Rousseff. O Brasil buscava mudanças e mais empatia de seus governantes, e o jornal espanhol, fundado em 1976, resolveu testemunhar de perto essa transformação social no país que tem um papel central na América Latina. Assim, lançou a edição em português com uma equipe de jornalistas brasileiros e espanhois.

Desde a estreia, o EL PAÍS Brasil esteve presente nas principais coberturas do país, mantendo sempre a proposta de aprofundar os temas e buscar um olhar diferente para a notícia. “A edição brasileira está calcada nos valores que fundamentam este jornal: O respeito humano, a inclusão social, a valorização da mulher e a cobrança dos governantes para o senso coletivo”, diz Carla Jimenez, diretora do EL PAÍS Brasil.

O intenso noticiário das eleições, em outubro, levou o jornal ao recorde de leitores. Hoje, a edição em português é a segunda mais lida do mundo. Entre as reportagens mais lidas da história do EL PAÍS Brasil está a notícia de um estupro coletivo ocorrido no Rio de Janeiro em 2016, publicada sob uma ótica ainda inédita em meio à intensa cobertura da imprensa. Outro texto campeão de leitura foi sobre a PEC do teto de gastos, em 2016, e ainda, a terceirização, aprovada pela Câmara dos Deputados, em março do ano passado. A entrevista exclusiva diretamente do presídio de segurança máxima com Antônio Bonfim Lopes, o Nem da Rocinha, ex-chefe do tráfico, foi outra grande marca de audiência da história deste jornal.

As coberturas em tempo real também são marca registrada do EL PAÍS e atraíram milhões de leitores em busca de informações precisas, minuto a minuto. As eleições que levaram Jair Bolsonaro à presidência, a greve dos caminhoneiros, e a Copa do Mundo 2018 foram episódios deste ano que trouxeram picos de audiência.