Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

Julen Lopetegui, da seleção espanhola, será treinador do Real Madrid após a Copa do Mundo

O atual técnico da Espanha, que em maio renovou com La Roja até 2020, assina contrato de três anos

Lopetegui durante o amistoso entre Espanha e Albânia.
Lopetegui durante o amistoso entre Espanha e Albânia. AP

O Real Madrid anunciou na tarde desta terça-feira em seu site que Julen Lopetegui será o novo treinador do clube madrilenho depois da Copa do Mundo. Lopetegui, que renovou com a seleção espanhola em 23 de maio até 2020, assinará para três temporadas e substitui Zinedine Zidane. O técnico de 51 anos assumirá a equipe depois que a Espanha encerrar sua participação no Mundial.

Zidane, que ainda tinha dois anos de contrato, disse adeus em 31 de maio. Foi um adeus que pegou o clube completamente de surpresa. De fato, levaram quase duas semanas para encontrar um substituto para o técnico francês. Lopetegui, que agrada aos espanhóis, não estava na primeira lista estudada pelo Madrid. Dela constavam Maurício Pochettino – que renovou com o Tottenham poucos dias depois da saída de Zidane –, Antonio Conte, Massimiliano Allegri e Maurizio Sarri. Todos com contratos com seus clubes: Conte quer sair, mas ainda não se desvinculou do Chelsea, e Sarri, que disse adeus ao Napoli, não pode deixar o clube enquanto não pagar os valores que constam de uma cláusula.

Lopetegui também tinha contrato. Havia acabado de firmar, na verdade, com a chegada de Luis Rubiales à Federação. Sob o mandato de Ramón Calderón, o agora treinador foi o responsável pelos olheiros internacionais do clube e em 2008 dirigiu o Real Madrid Castilla durante uma temporada. Entre 2010 e 2014 fez parte do corpo técnico da Federação Espanhola: foi treinador da sub-19, sub-20 e sub-21. Em meados de 2014 foi contratado pelo Porto, de onde foi demitido em janeiro de 2016. Em julho desse ano substituiu Vicente del Bosque.

O agora treinador do Real Madrid estreia no Mundial nesta sexta-feira, dia 15 junho, às 15h (horário de Brasília), contra Portugal.

MAIS INFORMAÇÕES