Seleccione Edição
Login

Morre o DJ sueco Avicii aos 28 anos

O músico, um dos artistas pop eletrônico mais conhecidos e com maiores vendas na atualidade, faleceu nesta sexta-feira em Mascate, capital de Omã

Avicii morre
O DJ sueco Avicii, em uma imagem de arquivo.

O DJ sueco Tim Bergling, conhecido como Avicii, morreu aos 28 anos desta sexta-feira em Mascate, capital de Omã, segundo um comunicado de seu representante. O músico foi um dos mais conhecidos artistas pop e profissionais de marketing da atualidade, embora tenha se aposentado em março de 2016. "É com profunda tristeza que anunciamos a perda de Tim Bergling, também conhecido como Avicii, que foi encontrado morto em Mascate, Omã, nesta sexta-feira à tarde, hora local, 20 de abril. A família está devastada e pedimos a todos que respeitem sua privacidade neste momento difícil. Não haverá mais declarações", diz a nota.

Avicii anunciou em março de 2016 oficialmente a sua retirada do mundo da música. Antes de seu adeus, ele acumulou uma grande fadiga. Na época, informações são de que ele não havia se recuperado de uma operação de apendicite e alguns problemas biliares. Em 2015, o DJ também cancelou várias apresentações devido à exaustão, algo que o arrastou para sua despedida final há dois anos, quando ele tinha apenas 26 anos de idade.

Avicii foi, sem dúvida, um dos grandes nomes da nova geração conhecida como EDM (música eletrônica), de triunfo internacional e capaz, até a sua aposentadoria, de ser o destaque de grandes festivais em quase todo o mundo. Suas músicas eletrônicas, que agradam diversos públicos, são daquelas que grudam na memória com facilidade espantosa. É o caso de Wake Me Up! (cantado por ninguém menos que Aloe Blacc) e Hey Brother, que já faziam parte do seu primeiro e bem-sucedido álbum, True (2013), um trabalho em que os suecos experimentaram diferentes gêneros expandindo sua paleta estilística sem se afastar de sua lado mais comercial, mesmo adicionando o país ao seu estilo.

Se em True havia trabalhado com artistas como Nile Rodgers, membros de bandas de rock como Imagine Dragons e Incubus, e com vocalistas selecionados do mundo do country, o que viria depois o levaria ainda mais para o alto: colaborações com Coldplay, Rihanna e um extenso etcétera; trabalhos para diversas marcas; sets nos grandes festivais e aparições em listas de melhores DJs do momento.

Stories, seu álbum seguinte, no qual colaboraram nomes como Martin Garrix, não alcançou o nível do anterior. Entre seus últimos movimentos, antes da despedida, está a composição do tema da campanha internacional da marca de refrigerantes Coca Cola, Taste The Feeling, assinada com o cantor australiano Conrad Sewell. Avicii passou de artista do momento a um a mais entre os grandes nomes de um pelotão de DJs e músicos que faziam parte da programação dos festivais EDM internacionais.

MAIS INFORMAÇÕES