Estes são os momentos mais loucos das últimas edições do Oscar

Os criadores de 'South Park' e o LSD, o discurso de Almodóvar para as virgens e o prêmio que 'La La Land' não conseguiu. O que acontecerá este ano?

MAIS INFORMAÇÕES

Neste domingo, 4 de março, o Dolby Theatre de Los Angeles abrigará a 90ª cerimônia da Academia de Hollywood. Jimmy Kimmel voltará a atuar como apresentador. Espera-se uma cerimônia com muitas reivindicações, e se assim não for será uma decepção. Na entrega dos prêmios tudo indica que A Forma da Água, de Guillermo del Toro, será o grande vencedor. E, como todos os anos, também se prevê uma boa safra de acontecimentos curiosos que passarão à história.

Parece que a noite do Oscar é especialmente inspiradora para as estrelas de Hollywood. De tal modo que nos últimos anos pudemos desfrutar de discursos geniais e surrealistas, de dedicatórias que nunca acabam, quedas, a chegada de um entregador de pizzas, atores fazendo flexões no palco e até uma selfie coletiva. Mas chegar ao nível da confusão envolvendo Warren Beatty e Faye Dunaway no palco no ano passado vai ser difícil. Reunimos alguns momentos geniais das últimas cerimônias.

Trey Parker, Matt Stone e o LSD

Os criadores de South Park compareciam à cerimônia do ano 2000 como indicados pela canção Blame Canada, de South Park: Maior, Melhor e Sem Cortes e decidiram que no tapete vermelho iriam armar confusão. Foram vestidos de mulher, e assim chamaram a atenção dos jornalistas, mas isso não foi tudo. Anos depois, confessaram que tinham consumido LSD. Foi uma “noite mágica” para eles, apesar de o prêmio ter sido levado por Phil Collins.

Mais de um milhão de retuítes em menos de uma hora

Ellen DeGeneres se propôs bater um recorde com uma selfie e conseguiu. Em 40 minutos a foto se transformou em um um fenômeno viral. Foi um dos grandes momentos da cerimônia de 2014. Nenhuma estrela das que estavam perto da atriz quis perder o momento, a começar pelo primeiro plano de Bradley Cooper (nomeado para melhor ator coadjuvante). Jared Leto ficou fora por pouco. E Kevin Spacey, protagonista de um dos grandes escândalos sexuais do ano passado e apagado do último filme de Ridley Scott, aparece no fundo. Algo impensável nesta edição.

E Penélope gritou: "Pedrooooooo!"

O romance de Almodóvar com Hollywood vem de muito tempo, mas não se confirmou oficialmente até o ano 2000, quando o diretor ganhou o prêmio de melhor filme estrangeiro por Tudo Sobre Minha Mãe. Penélope Cruz gritou o nome de seu diretor fetiche na presença de Antonio Banderas. Algo daria para suspeitar sobre a identidade do premiado. E Pedro pronunciou o famoso discurso das virgens e dos santos (Virgem de Guadalupe, Jesus de Medinaceli...), onde também incluiu Harvey Weinstein (outro que não voltará a estar no Oscar).

O Oscar ganho por La La Land (durante alguns minutos)

Warren Beatty e Faye Dunaway, os míticos protagonistas de Bonnie e Clyde – Uma Rajada de Balas, foram os encarregados de entregar o prêmio de melhor filme na edição passada. Era uma homenagem pelos cinquenta anos do filme dos anos 60 e acabou sendo algo parecido a um velório. Dunaway leu o nome do ganhador, mas o envelope não era o correto. A equipe de La La Land subiu ao palco para buscar o prêmio e, num abrir e fechar de olhos, em seu lugar estava a de Moonlight, que era o filme vencedor. Pelo menos com toda essa confusão ficamos conhecendo a cara dos auditores encarregados da contagem de votos, que tiveram de dar muitas explicações.

Benigni pisando nas cadeiras

Roberto Benigni assumiu sua condição de 'clown' com uma encenação para recolher a estatueta que consistiu em pisar nas cadeiras em que estavam os (alucinados) convidados, fazer um discurso (muito emotivo) em seu inglês de forte sotaque italiano e conseguir um dos momentos inesquecíveis da história do Oscar. Não era para menos. Sophia Loren lhe acabava de entregar o Oscar de melhor ator em 1999 por A Vida é Bela.

Jennifer Lawrence: duas vezes tropeçando

Durante duas edições consecutivas (2013 e 2014), a atriz protagonizou um dos momentos mais virais da noite com duas quedas. A primeira vez, pisou em seu vestido Dior quando subia para recolher sua estatueta (mau momento, sem dúvida) por O Lado Bom da Vida e a segunda caiu sobre o tapete vermelho, com todas as câmeras do mundo registrando o instante. Nas duas ocasiões se saiu da situação com muita elegância.

O entregador de pizzas mais famoso da história

Chama-se Edgar Martirosyan e Ellen DeGeneres o transformou em estrela ao convidá-lo a entregar pizzas que havia pedido para os convidados da cerimônia de 2014. Brad Pitt atuou como ajudante, fornecendo os guardanapos. Sem dúvida. DeGeneres foi uma das apresentadoras que fez mais (e melhores) brincadeiras na história recente da premiação.

Marisa Tomei ganhou o Oscar?

Há uma lenda (mais para teoria da conspiração) que diz que o Oscar ganho em 1993 por Marisa Tomei, por Meu primo Vinny, na realidade não era para ela, e que Jack Palance, o veterano ator encarregado de entregar o prêmio, se enganou. Esse fato nunca foi confirmado, mas vendo o que se passou com Beatty e Dunaway em La La Land (e como foi resolvido), a teoria do erro perde peso. Embora seja maravilhosa.

Arquivado Em: