Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

Tarantino vai filmar os assassinatos da família Manson

Brad Pitt, Jennifer Lawrence, Samuel L. Jackson e Margot Robbie poderiam encabeçar o elenco

Manson é escoltado ao tribunal em 1969
Manson é escoltado ao tribunal em 1969

Quentin Tarantino, que ameaçou se aposentar quando tivesse filmado 10 filmes porque não queria ser um diretor “velho” e, ao chegar a esse número, afirmou que só fará mais dois, está preparando o 11º. De acordo com o The Hollywood Reporter, o cineasta está preparando um filme sobre Charles Manson e os assassinatos cometidos no final dos anos sessenta por seus seguidores fanáticos na Califórnia, conhecidos como "A Família".

Se for realmente produzido, este seria o primeiro filme do diretor, de 54 anos, baseado em fatos reais. Até agora, Tarantino tinha se especializado em explorar seus estilos favoritos, como os filmes de gângsteres, faroestes e artes marciais. Também é o criador de papéis femininos memoráveis, como Jackie Brown e a namorada em Kill Bill, às quais poderá se unir agora Sharon Tate, a esposa de Roman Polanski que foi assassinada pelos seguidores de Manson.

Pela primeira vez, Tarantino vai se basear em fatos reais para seu roteiro. Em 1969, Charles Manson e um grupo de seguidores da seita "A Família" assassinaram sete pessoas em Los Angeles, crimes que chocaram a sociedade norte-americana e marcaram a contracultura dos anos sessenta e o movimento hippie. Entre as vítimas estava a atriz Sharon Tate, esposa do diretor Roman Polanski e grávida de oito meses quando foi morta. Manson foi condenado à prisão perpétua e, hoje, continua atrás das grades.

Embora por enquanto seja um projeto em uma fase muito embrionária, o cineasta norte-americano, que lançou seu último trabalho em 2015, será o roteirista e diretor do filme, para o qual já entrou em contato com os atores Brad Pitt e Jennifer Lawrence.

Pitt já trabalhou com Tarantino em Bastardos Inglórios, mas seria a primeira vez de Lawrence. Quando o diretor estava procurando o elenco de Os Oito Odiados tentou incluí-la, mas a atriz, com uma agenda muito apertada, teve que recusar o papel. No final de junho, a atriz foi fotografada almoçando com o diretor.

Parece que Pitt não seria Manson, mas o detetive que investiga o caso. A atriz de Jogos Vorazes, que ganhou o Oscar por O Lado Bom da Vida, tem 26 anos, a mesma idade de Tate quando foi morta, embora outro meio especializado em Hollywood, Deadline, afirma que Margot Robbie (Esquadrão Suicida), com quem o diretor também está negociando, vai interpretar a atriz assassinada. Tarantino também nunca trabalhou com Robbie, que acaba de fazer 27 anos. Deadline acrescentou mais uma peça no elenco, Samuel L. Jackson, habitual no cinema tarantinesco.

O cineasta está terminando o roteiro, que ainda não tem título e contará na produção com os irmãos Harvey e Bob Weinstein, seus colaboradores habituais. O objetivo mais imediato de Tarantino é encontrar um estúdio que queira participar no financiamento e distribuição do filme que, se receber luz verde, deverá começar a ser filmado na metade de 2018.

MAIS INFORMAÇÕES