Seleccione Edição
Login

Museus imperdíveis para os amantes do futebol na América Latina

Craques como Maradona e Pelé são reverenciados em 15 redutos que contam a história do esporte mais popular do mundo

  • Museu Maradona
    1LA CASA DE D10S (ARGENTINA) - A casa onde Diego Maradona e sua família viveram entre 1978 e 1980, em Buenos Aires, foi um presente do Argentino Juniors depois de o craque completar 18 anos e assinar o primeiro contrato profissional pela equipe. Em outubro do ano passado, o ex-dirigente do clube, Alberto Perez, transformou a propriedade em um museu com cerca de 2.000 peças sobre o ex-camisa 10 da seleção argentina. O lugar fica a 600 metros do estádio do Juniors, que leva o nome de Diego Armando Maradona. Como a casa ainda está sendo reestruturada, as visitas, gratuitas, precisam ser agendadas pela página do museu no Facebook (@LaCasadeD10sOficial). Onde: Rua Lascano 2257, La Paternal, Buenos Aires. Horário de visitação: por agendamento. Getty Images
  • Museo de las camisetas Chile
    2MUSEU DAS CAMISETAS (CHILE) - Fundado em 2014 pelo locutor Paulo Flores, reúne um acervo com mais de 2000 camisas de futebol usadas em partidas oficiais e amistosos, a maioria delas autografadas por seus antigos donos - como a do Cruzeiro de 2003, vestida pelo ex-volante Claudio Maldonado. O museu é itinerante e já percorreu várias cidades chilenas. A programação é divulgada em seu site oficial (museocamisetas.cl).
  • MEMORIAL DAS CONQUISTAS (BRASIL) - Além de exibir flâmulas e troféus, o Museu do Santos conta com vídeos de jogos marcantes, calçada da fama, exposição de ingressos e um espaço especial em reverência aos craques Neymar e Pelé. Já recebeu mais de 1 milhão de visitantes desde 2003. O público ainda pode conhecer as dependências da Vila Belmiro, o estádio centenário do clube praiano. Onde: Estádio Urbano Caldeira, Santos. Horário de visitação: terça a domingo e feriados, das 9h às 19h.
    3MEMORIAL DAS CONQUISTAS (BRASIL) - Além de exibir flâmulas e troféus, o Museu do Santos conta com vídeos de jogos marcantes, calçada da fama, exposição de ingressos e um espaço especial em reverência aos craques Neymar e Pelé. Já recebeu mais de 1 milhão de visitantes desde 2003. O público ainda pode conhecer as dependências da Vila Belmiro, o estádio centenário do clube praiano. Onde: Estádio Urbano Caldeira, Santos. Horário de visitação: terça a domingo e feriados, das 9h às 19h.
  • Museu Toluca
    4MUSEU DO TOLUCA (MÉXICO) - Fica em um enorme salão no estádio Nemesio Diez, batizado em homenagem ao espanhol que se tornou um dos principais dirigentes da história do decacampeão mexicano. O museu não só resgata artigos da memória do clube, como também disponibiliza aos visitantes uma biblioteca repleta de publicações esportivas. A cidade de Toluca ainda conta com um museu do futebol americano, praticado há mais de 100 anos no México. Onde: Estádio Nemesio Diez, Toluca. Horário de visitação: segunda a sexta, das 10h às 18h, e sábados, de 10h às 15h.
  • Museu Pelé
    5MUSEU PELÉ (BRASIL) - Isso mesmo, um museu totalmente dedicado ao Rei do Futebol. Instalado em um casarão, que foi erguido em 1865, passou por dois incêndios e uma reconstrução, o lugar conserva reliquias de Pelé, como a caixa que ele usava quando criança para engraxar sapatos e uma estátua em tamanho real. O museu também exibe filmes e exposições temáticas, com várias referências ao Santos e à seleção brasileira. Onde: Casarões do Valongo, Largo Marquês de Monte Alegre, Santos. Horário de visitação: terça a domingo, das 10h às 18h.
  • MUSEU DO FUTEBOL EQUATORIANO (EQUADOR) - Em 2015, a Federação Equatoriana de Futebol inaugurou um museu para contar a história da seleção e da modalidade no país. Há bolas, chuteiras e diversos modelos de camisa utilizados pela equipe tricolor, além de bustos de jogadores que fizeram fama pela seleção, como Alberto Spencer, De la Cruz e Kaviedes. As visitas são gratuitas. Onde: Avenida Las Aguas, Lomas de Urdesa, Guayaquil. Horário de visitação: quarta a sábado, das 9h às 18h.
    6MUSEU DO FUTEBOL EQUATORIANO (EQUADOR) - Em 2015, a Federação Equatoriana de Futebol inaugurou um museu para contar a história da seleção e da modalidade no país. Há bolas, chuteiras e diversos modelos de camisa utilizados pela equipe tricolor, além de bustos de jogadores que fizeram fama pela seleção, como Alberto Spencer, De la Cruz e Kaviedes. As visitas são gratuitas. Onde: Avenida Las Aguas, Lomas de Urdesa, Guayaquil. Horário de visitação: quarta a sábado, das 9h às 18h.
  • SALÃO DA FAMA DO FUTEBOL (MÉXICO) - Com o formato de uma enorme bola, que tem 38 metros de altura e 30 de diâmetro, o espaço reconstitui um estádio em 3D e preserva joias do futebol local, como a medalha comemorativa da primeira partida internacional disputada no país, entre México e Inglaterra, em 1902. Jogadores estrangeiros, como Di Stéfano e Garrincha, também são lembrados pelo museu em um hall da fama. Onde: Zona Plateada, Pachuca de Soto. Horário de visitação: terça a domingo, das 10h às 18h45.
    7SALÃO DA FAMA DO FUTEBOL (MÉXICO) - Com o formato de uma enorme bola, que tem 38 metros de altura e 30 de diâmetro, o espaço reconstitui um estádio em 3D e preserva joias do futebol local, como a medalha comemorativa da primeira partida internacional disputada no país, entre México e Inglaterra, em 1902. Jogadores estrangeiros, como Di Stéfano e Garrincha, também são lembrados pelo museu em um hall da fama. Onde: Zona Plateada, Pachuca de Soto. Horário de visitação: terça a domingo, das 10h às 18h45.
  • Museu Colo Colo
    8MUSEU DO COLO-COLO (CHILE) - Em uma área privilegiada do estádio Monumental, com vista para a Cordilheira dos Andes, o primeiro museu temático de futebol do Chile foi inaugurado em 2009. É onde o clube mostra a única taça de Libertadores conquistada por uma equipe chilena, em 1991, e oferece o “Passeio Monumental”, um tour pelo estádio que vai dos vestiários ao gramado. Onde: Monumental, Santiago. Horário de visitação: terça a sexta, das 12h às 17h, e sábados das 12h às 14h.
  • Museu do Futebol
    9MUSEU DO FUTEBOL - PACAEMBU (BRASIL) - Localizado no estádio do Pacaembu, em São Paulo, o Museu do Futebol foi inaugurado em setembro de 2008 e é um dos mais visitados da América do Sul. Suas 15 salas temáticas contam como o esporte mais popular do mundo chegou ao Brasil e se tornou parte da cultura brasileira, além, é claro, das histórias de grandes títulos conquistados pela seleção e pelos grandes clubes do país. Durante o tour, o visitante experimenta a sensação de estar em um estádio lotado, com projeções que simulam os gritos de torcida sobre a fundação das arquibancadas do Pacaembu. Ainda é possível testar habilidades no pebolim e medir a velocidade de seu chute na saída do museu. Onde: Estádio do Pacaembu, São Paulo. Horário de visitação: de terça a sexta, de 9h às 16h; sábados, domingos e feriados, de 10h às 17h (permanência até as 18h) Fotos Públicas
  • Museu CBF
    10MUSEU SELEÇÃO BRASILEIRA (BRASIL) - A seleção pentacampeã mundial tem sua vitoriosa história contada no museu localizado na sede da Confederação Brasileira de Futebol, no Rio de Janeiro. Com troféus, fotos, vídeos, artigos históricos e tecnologias para gerar interação com o público, é o destino oficial para quem planeja conhecer a amarelinha de sua origem aos grandes feitos em Copas do Mundo. Onde: Sede da CBF - Avenida Luis Carlos Prestes, 130, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. Horário de visitação: diariamente, de 10h às 18h.
  • MUSEU DO RIVER PLATE (ARGENTINA) - 115 anos de história são contados no Museo River. Há um túnel do tempo do River Plate no museu, que divide sua trajetória cronologicamente. Dos anos mágicos da década de 40 aos títulos da Copa Libertadores, os grandes títulos dos millonarios são destrinchados no vasto espaço dedicado ao clube. O tour passa ainda pelos vestiários, arquibancada, gramado e outros locais do Monumental. Onde: Estádio Monumental de Nuñez, Buenos Aires. Horário de visitação: diariamente, de 10h às 19h (exceto em dias de jogo).
    11MUSEU DO RIVER PLATE (ARGENTINA) - 115 anos de história são contados no Museo River. Há um túnel do tempo do River Plate no museu, que divide sua trajetória cronologicamente. Dos anos mágicos da década de 40 aos títulos da Copa Libertadores, os grandes títulos dos millonarios são destrinchados no vasto espaço dedicado ao clube. O tour passa ainda pelos vestiários, arquibancada, gramado e outros locais do Monumental. Onde: Estádio Monumental de Nuñez, Buenos Aires. Horário de visitação: diariamente, de 10h às 19h (exceto em dias de jogo).
  • MUSEU DO FUTEBOL SUL-AMERICANO (PARAGUAI) - Inaugurado em janeiro de 2009, em Luque, no Paraguai, país onde está sediada a Conmebol, possui mais de 1.800 peças históricas sobre o futebol do continente. Camisas de seleções e times, flâmulas dos mais diversos clubes sul-americanos e troféus estão entre os principais artigos do acervo. Onde: Avenida Sudamericana, Luque. Horário de visitação: segunda a sexta, de 8h às 16h; sábados, de 8h às 12h.
    12MUSEU DO FUTEBOL SUL-AMERICANO (PARAGUAI) - Inaugurado em janeiro de 2009, em Luque, no Paraguai, país onde está sediada a Conmebol, possui mais de 1.800 peças históricas sobre o futebol do continente. Camisas de seleções e times, flâmulas dos mais diversos clubes sul-americanos e troféus estão entre os principais artigos do acervo. Onde: Avenida Sudamericana, Luque. Horário de visitação: segunda a sexta, de 8h às 16h; sábados, de 8h às 12h.
  • Museu Mineirão
    13MUSEU DO FUTEBOL BRASILEIRO (BRASIL) - Personagens, imagens e histórias marcantes do futebol nacional e de Minas Gerais estão no Museu Brasileiro do Futebol, no estádio do Mineirão, em BH. Aberto ao público em 2013, o espaço conta com uma sala multiuso para exposições temporárias e um auditório para 96 pessoas. Ele integra o complexo de lazer da Pampulha e é o primeiro da capital mineira totalmente voltado para o futebol. Onde: Mineirão, Belo Horizonte. Horário de visitação: às terças, das 9h às 20h; de quarta a sexta, de 9h às 17h; sábados e domingos, de 9h às 13h.
  • MUSEU DO BOCA JUNIORS (ARGENTINA) - O Museo de la Pasión Boquense não poderia ter nome diferente. Dentro de La Bombonera, casa da maior torcida da Argentina e um dos estádios mais místicos do continente, o museu conta com um rico acervo dos 112 anos de vida do Boca, que é tido por muitos como o maior clube das Américas. Onde: La Bombonera, Buenos Aires. Horário de visitação: diariamente, de 10h às 18h (exceto em dias de jogo).
    14MUSEU DO BOCA JUNIORS (ARGENTINA) - O Museo de la Pasión Boquense não poderia ter nome diferente. Dentro de La Bombonera, casa da maior torcida da Argentina e um dos estádios mais místicos do continente, o museu conta com um rico acervo dos 112 anos de vida do Boca, que é tido por muitos como o maior clube das Américas. Onde: La Bombonera, Buenos Aires. Horário de visitação: diariamente, de 10h às 18h (exceto em dias de jogo).
  • MUSEU DO FUTEBOL - CENTENÁRIO (URUGUAI) - É, sem dúvidas, um dos pontos turísticos mais visitados em Montevidéu. Localizado no estádio Centenário, palco da final da primeira edição de uma Copa do Mundo, tem como objetivo mostrar a história do futebol uruguaio e sul-americano, além, obviamente, de sua seleção, bicampeã mundial. Há, no Museo del Fútbol, uma grande variedade de objetos futebolísticos das primeiras décadas do século XX. Onde: Estádio Centenário, Montevidéu. Horário de visitação: de segunda a sexta, de 10h às 17h.
    15MUSEU DO FUTEBOL - CENTENÁRIO (URUGUAI) - É, sem dúvidas, um dos pontos turísticos mais visitados em Montevidéu. Localizado no estádio Centenário, palco da final da primeira edição de uma Copa do Mundo, tem como objetivo mostrar a história do futebol uruguaio e sul-americano, além, obviamente, de sua seleção, bicampeã mundial. Há, no Museo del Fútbol, uma grande variedade de objetos futebolísticos das primeiras décadas do século XX. Onde: Estádio Centenário, Montevidéu. Horário de visitação: de segunda a sexta, de 10h às 17h.

MAIS INFORMAÇÕES