BARCELONA

Messi recupera o sorriso

Argentino grita com fúria a vitória do Barcelona contra o Atlético de Madrid e já é o principal artilheiro do Espanhol

Messi comemora seu gol no Vicente Calderón.
Messi comemora seu gol no Vicente Calderón.Denis Doyle (Getty)

Messi ficou perturbado após a derrota no Parque dos Príncipes. O camisa 10 perdeu a bola no meio de campo que resultou no segundo gol do PSG e ele e seus companheiros de ataque não souberam responder à altura para evitar a tremenda goleada que lhe impôs o time treinado pelo espanhol Unai Emery. Ao voltar de Paris, o argentino cancelou uma viagem marcada ao Egito, para promover uma campanha de ajuda aos doentes de Hepatite C.

MAIS INFORMAÇÕES

Nem mesmo a vitória contra o Leganés, na partida seguinte do Espanhol, curou as feridas de Messi. Melancólico, não comemorou seu gol de pênalti, que selou o 2x1 definitivo. E até se esqueceu de seu ritual: apontar ao céu para oferecer o gol à dona Celia, sua avó que o levava para jogar bola na escola de futebol do clube Abanderado Grandoli, no bairro de Las Heras da cidade de Rosario. No domingo, contra o Atlético de Madri, Messi voltou a sorrir.

O camisa 10 comemorou com fúria seu gol contra o Atlético, sua maior vítima na Espanha, junto com o Sevilha. Messi marcou seu 27° gol na equipe madrilenha, para se transformar no jogador mais decisivo do Espanhol. Com seus gols, o atacante argentino deu 12 pontos ao Barcelona e lidera a lista de jogadores determinantes do campeonato, na qual também estão Aduriz (Athletic de Bilbao, 11), Pedro León (Eibar, nove) e Sandro Ramírez (Málaga, oito). Messi não esteve especialmente à vontade no estádio do Atlético. O treinador, Luis Enrique, mudou o sistema (passou a jogar com 3-3-1-3) e colocou o camisa 10 atrás da linha de três atacantes formada por Rafinha, Luis Suárez e Neymar.

“Queríamos mais controle”, afirmou Luis Enrique. O camisa 10 perdeu nove bolas (o segundo ao lado de Iniesta, atrás de Busquets, 12) e chegou pouco à área de Oblak. Só precisou aparecer aos 43 do segundo tempo para dar a vitória ao Barcelona no campo do Atlético, que dá esperanças à equipe de Luis Enrique de conquistar o título do Espanhol. Messi já soma 400 vitórias em sua carreira (277 no Espanhol), recupera a alegria e volta a ocupar o primeiro posto na tabela de artilharia, após deixar a liderança dos gols com Luis Suárez na temporada passada. Ele tem 20 tentos no Campeonato Espanhol e, entre gols e assistências na temporada, Messi participou de 45 gols do Barcelona.

O trio azul-grená se abraça após o gol de Messi.
O trio azul-grená se abraça após o gol de Messi.Emilio Naranjo (EFE)

Arquivado Em: