Verne

10 sinais de que você tem um ‘cãofilho’

Se você organizou mais festas de aniversário para seu cachorro do que para sua mãe, sabe do que estamos falando

Nas promoções, compra mais para ele do que para você...
Nas promoções, compra mais para ele do que para você... Barcroft Media / Getty

MAIS INFORMAÇÕES

Encare a verdade: não é o dono que esperava ser quando adotou seu cachorro. Provavelmente, a ideia que tinha no começo era ser essa pessoa cool, que o educa, passeia com ele, o alimenta e o acaricia quando chega em casa. Obviamente, você o amaria de todo coração e lhe daria um prêmio quando lhe desse a pata ou se sentasse, mas nada mais. Anos mais tarde, percebe que isso nunca aconteceu. O amor te cegou e, o que no início era um animal de estimação, agora se transformou em uma estranha combinação entre cão e filho ou o mesmo que um cãofilho.

Mario Terrés, fundador da comunidade Perrhijos — uma aglutinação em espanhol de perro (cachorro) + hijos (filhos) — no Facebook, disse em uma entrevista por telefone que isso é muito comum entre jovens que ainda não têm filhos ou decidiram não tê-los. Na rede social, esse grupo mexicano tem mais de 190.000 seguidores, o que indica que o conceito é cada vez mais comum: “Muitos de nós temos uma ligação diferente com nosso cachorro. Já não é um animal de estimação; é um membro fundamental da família”, diz. “Isso não acontece apenas no México, também temos seguidores no Chile, Costa Rica, Colômbia, Argentina e Espanha”. No Brasil, os lares já têm mais animais do que crianças, segundo o IBGE. 

Alguns vão negá-lo, mas há sinais que entregam as famílias que têm um cãofilho. Com a ajuda de Terrés, listamos algumas características que irão ajudá-lo a identificar se você já pertence a este grupo peculiar.

1. Seu cão se veste melhor do que você. Há quase um ano você não compra roupas, os furos em suas calças dizem tudo. Sua cachorra, Camila, no entanto, tem cinco suéteres com gola rolê (porque são os que caem melhor). Botas para que não suje as patinhas no parque e uma capa de chuva, porque não gosta de se molhar. Isso tudo é complementado por sua coleira de luzes Led, claro.

2. Dorme em sua cama. Não estamos nos referindo que você durma no chão. A questão é que sua cama deixou de ser sua há muitos anos e agora é propriedade do Toby. Quando está de bom humor, o deixa dormir a seu lado, mas, se teve um dia ruim, se apropria de todo o espaço. Às vezes, você acaba dormindo no pé da cama para não incomodá-lo.

3. Você se preocupa mais com o peso dele do que com o seu. Cada vez que recebe seu salário, é a mesma coisa: paga o cartão de crédito, o aluguel e, obviamente, os croquetes light para controle do peso. “É que, tadinho, cachorrinhos como ele costumam ter problemas de peso e, no longo prazo, se não cuido dele, pode ser perigoso.” Você diz isso ao seu amigo enquanto comem dois hambúrgueres (cada um).

4. Tem mais brinquedos do que seus primos pequenos. Seus sobrinhos já estão na idade de ler uma historinha todas as noites, no entanto, você prefere comprar um brinquedo da marca Kong gigante (outro) para sua cachorra Laica, porque há prioridades. Além disso, sua coleção de 30 brinquedos não é suficiente, e os bichos de pelúcia que você ganhou do Ricardinho (seu namorado do primário) já a entediam. Alguns donos até mesmo se disfarçam como o brinquedo favorito de seus cãesfilhos para diverti-los.

5. Você coloca música para que relaxe. Com a intenção de melhorar o dia do Tito, você é capaz de qualquer coisa. Graças ao tempo que compartilha com ele, notou que, quando toca Buena Vista Social Club, ele relaxa bastante. Há dias em que seu coração metaleiro se revela. Isso só você sabe.

6. Não viaja se ele não for. Pode ser que esteja sem férias há vários meses, e que o plano proposto por seus amigos seja a oportunidade perfeita para descansar. No entanto, há uma pergunta que devem responder antes de confirmar sua presença: meu cachorro Yoda pode ir? Se a resposta for negativa, você inventa uma desculpa e acaba sentado em um parque próximo com Yoda lambendo seu rosto. Haverá outra oportunidade.

7. Seus aniversários são melhores a cada ano. No começo, apenas lhe presenteava com um osso de couro ou um prêmio no dia do seu aniversário. Hoje, convida seus amigos, lhe coloca um gorrinho e lhe prepara um enorme bolo de croquetes. Por outro lado, não se lembra quando foi a última vez que organizou uma festa para sua mãe. É triste, mas muito verdadeiro.

8. Não pode ficar sem falar com ele. Esta situação já não acontece apenas em casa. A conversas com Winnie ocorrem em qualquer lugar. No restaurante, no parque ou na fila do supermercado. Qualquer lugar é adequado para contar a seu cão por que você acha que deveria ter ficado calada na reunião ou o que você precisa comprar para encher a geladeira. Típico.

9. Confia mais na intuição de seu cão do que na de seus amigos. Desde que o Pulguitas rosnou para o Adrián, seu ex-namorado, sabia que algo estava errado. Mas seus amigos a incentivaram várias vezes a dar-lhe mais uma chance. Se seu coração foi despedaçado em 40.000 pedaços foi culpa deles. Nada disso teria acontecido se você tivesse escutado o Pulguitas.

10. 95% das fotos que você posta nas redes sociais são do seu cachorro. Instagram, Facebook, Twitter ou Snapchat, todos são canais perfeitos para divulgar a incrível personalidade de seu cão. E como estão bem. É que todo mundo está interessado em ver o novo truque do Benito; preocupados em saber como acordou, se já comeu e querem ver sua cara quando você avisa que é hora de passear. “Claro que me interessa!”. Nunca ninguém disse isso.

Arquivado Em: