Dez histórias de amor nascidas em Jogos Olímpicos

Roger Federer e sua mulher Mirka Vavrinec é um casal, entre vários, que se uniu durante a Olimpíada

  • Este já é um dos momentos inesquecíveis da Rio 2016. A jogadora de rúgbi brasileira Isadora Cerullo assistia à cerimônia de encerramento da sua modalidade quando sua companheira, que trabalhava como voluntária, a pediu em casamento diante do estádio inteiro com um anel simulando um laço e um globo em forma de coração. A atleta, é claro, aceitou.
    1Este já é um dos momentos inesquecíveis da Rio 2016. A jogadora de rúgbi brasileira Isadora Cerullo assistia à cerimônia de encerramento da sua modalidade quando sua companheira, que trabalhava como voluntária, a pediu em casamento diante do estádio inteiro com um anel simulando um laço e um globo em forma de coração. A atleta, é claro, aceitou. Cordon/Getty
  • Vavrinec integrava a equipe de tênis da Suíça nos jogos de Sidney, em 2000. Ali, topou com uma promessa de 18 anos chamada Roger Federer, que se tornaria o maior tenista da história, mas, mais importante, seu marido. “Passamos duas semanas juntos, nos conhecemos, e, no dia anterior à despedida, nos beijamos pela primeira vez”, confessou o tenista.
    2Vavrinec integrava a equipe de tênis da Suíça nos jogos de Sidney, em 2000. Ali, topou com uma promessa de 18 anos chamada Roger Federer, que se tornaria o maior tenista da história, mas, mais importante, seu marido. “Passamos duas semanas juntos, nos conhecemos, e, no dia anterior à despedida, nos beijamos pela primeira vez”, confessou o tenista. Cordon/Getty
  • É uma história, iniciada na Melbourne 1956, (ambos ouro), digna de Hollywood. “Voltei para casa com a única medalha de ouro da delegação, mas na recepção oficial disseram que eu havia trazido 50% de honra e 50% de vergonha por ter estado com um fascista norte-americano”, disse ela. Depois de uma batalha burocrática e uma autorização especial do presidente theco, os atletas puderam se casar em Praga.
    3É uma história, iniciada na Melbourne 1956, (ambos ouro), digna de Hollywood. “Voltei para casa com a única medalha de ouro da delegação, mas na recepção oficial disseram que eu havia trazido 50% de honra e 50% de vergonha por ter estado com um fascista norte-americano”, disse ela. Depois de uma batalha burocrática e uma autorização especial do presidente theco, os atletas puderam se casar em Praga. Cordon/Getty
  • A ginasta mais celebrada de todos os tempos, Nadia Comaneci, conheceu Conner (também medalha de ouro em ginástica olímpica) em 1976, mas só conseguiram ficar juntos em 1991, quando ela pôde deixar a Romênia comunista. Casaram-se cinco anos depois.
    4A ginasta mais celebrada de todos os tempos, Nadia Comaneci, conheceu Conner (também medalha de ouro em ginástica olímpica) em 1976, mas só conseguiram ficar juntos em 1991, quando ela pôde deixar a Romênia comunista. Casaram-se cinco anos depois. Cordon/Getty
  • Este casal de judocas não deu sorte na Rio 2016, sendo ambos eliminados antes mesmo de poder disputar uma medalha. No entanto, a história olímpica espanhola jamais esquecerá sua participação, já que os dois se tornaram o primeiro casal espanhol a competir em uma Olimpíada.
    5Este casal de judocas não deu sorte na Rio 2016, sendo ambos eliminados antes mesmo de poder disputar uma medalha. No entanto, a história olímpica espanhola jamais esquecerá sua participação, já que os dois se tornaram o primeiro casal espanhol a competir em uma Olimpíada. Twitter
  • As jogadoras de hóquei britânicas fizeram história no Rio por ser o primeiro casal homossexual a competir nas Olimpíadas. Elas começaram a sair juntas após os Jogos de Pequim e se casaram um ano depois de conquistar o bronze em 2012. “Sinto orgulho de que isso aconteceu no hóquei, onde há todo tipo de etnia, religião e sexualidade”, disse Kate à BBC.
    6As jogadoras de hóquei britânicas fizeram história no Rio por ser o primeiro casal homossexual a competir nas Olimpíadas. Elas começaram a sair juntas após os Jogos de Pequim e se casaram um ano depois de conquistar o bronze em 2012. “Sinto orgulho de que isso aconteceu no hóquei, onde há todo tipo de etnia, religião e sexualidade”, disse Kate à BBC. Twitter
  • Essas duas lendas do atletismo, que nasceram no mesmo dia do mesmo ano, somaram quatro medalhas de ouro nos Jogos de Helsinque, em 1952. Um momento inesquecível ocorreu quando Zatopek brincou ao dizer que havia inspirado a vitória de sua mulher: “Pois tente inspirar outra mulher e veja se ela consegue lançar o dardo a cinquenta metros”, retrucou ela.
    7Essas duas lendas do atletismo, que nasceram no mesmo dia do mesmo ano, somaram quatro medalhas de ouro nos Jogos de Helsinque, em 1952. Um momento inesquecível ocorreu quando Zatopek brincou ao dizer que havia inspirado a vitória de sua mulher: “Pois tente inspirar outra mulher e veja se ela consegue lançar o dardo a cinquenta metros”, retrucou ela. Cordon/Getty
  • A heptatleta canadense e o decatleta norte-americano (verdadeiro astro na sua modalidade) se conheceram na universidade e competiram juntos nos Jogos de Londres. Treinam juntos e compartilham o mesmo técnico, que foi quem oficiou a sua cerimônia de casamento, em 2013. No Rio, os dois disputaram o primeiro lugar demonstrando a sua frieza competitiva (como neste anúncio).
    8A heptatleta canadense e o decatleta norte-americano (verdadeiro astro na sua modalidade) se conheceram na universidade e competiram juntos nos Jogos de Londres. Treinam juntos e compartilham o mesmo técnico, que foi quem oficiou a sua cerimônia de casamento, em 2013. No Rio, os dois disputaram o primeiro lugar demonstrando a sua frieza competitiva (como neste anúncio). Instagram
  • Companheiras no time norte-americano paraolímpico na modalidade para deficientes visuais goalball (uma mistura de futebol com boliche). Juntas, conquistaram medalha de prata em Atenas 2004 e o ouro em Pequim 2008. No Rio, tentarão repetir a proeza e dedica-la ao filho de cinco anos de idade que têm juntas.
    9Companheiras no time norte-americano paraolímpico na modalidade para deficientes visuais goalball (uma mistura de futebol com boliche). Juntas, conquistaram medalha de prata em Atenas 2004 e o ouro em Pequim 2008. No Rio, tentarão repetir a proeza e dedica-la ao filho de cinco anos de idade que têm juntas.
  • Apesar de o norte-americano ter sido ouro em tiro em Atenas 2004, a prova seguinte de que participou foi um desastre. Decidiu afogar as mágoas em um bar, e uma mulher que estava sentada ao lado dele o consolou. Era Katerina Kurkova, também atiradora (futuro ouro em Pequim), que depois virou sua esposa.
    10Apesar de o norte-americano ter sido ouro em tiro em Atenas 2004, a prova seguinte de que participou foi um desastre. Decidiu afogar as mágoas em um bar, e uma mulher que estava sentada ao lado dele o consolou. Era Katerina Kurkova, também atiradora (futuro ouro em Pequim), que depois virou sua esposa. Cordon/Getty