Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

Ao menos 19 mortos em uma clínica para deficientes no Japão

Um homem foi detido após apunhalar dezenas de pessoas, informa a imprensa local. Há 45 feridos

Policias perto da clíncia onde ocorreu o ataque.
Policias perto da clíncia onde ocorreu o ataque. REUTERS

Ao menos 19 pessoas morreram nesta segunda-feira em um ataque com arma branca em uma clínica para deficientes na cidade de Sagamihara, ao oeste de Tóquio, a capital do Japão, informou nesta segunda-feira a polícia japonesa. Um homem foi detido, informa o Japan Times. Ao menos 45 pessoas feridas. 

Um homem de 26 anos identificado como Satoshi Uematsu se entregou à polícia às três da madrugada hora local (às 17h de Brasília) e disse que era o responsável pelo ataque, informou um porta-voz da polícia de Kanagawa, região à qual pertence a cidade de Sagamihara. O homem disse que é um antigo trabalhador do centro, segundo o Japan Times. Embora sejam desconhecidos os motivos do ataque, o jornal Asahi Shimbun informa de que o suspeito disse à polícia: "Seria melhor se as pessoas deficientes desaparecessem".

O incidente de hoje pode ser um dos piores ataques em massa perpetrados por uma só pessoa após a Segunda Guerra Mundial, informa o Japan Times. O número de vítimas mortais pode crescer. A agência Kyodo informou, citando bombeiros locais, que ao menos 19 pessoas poderiam ter perdido a vida.