Assim contamos em tempo real a defesa de Dilma na comissão do impeachment

José Eduardo Cardozo, advogado-geral da União, deve apresentar argumentos contrários ao afastamento Deputados têm cinco sessões ordinárias para apresentar um relatório final

Cardozo, advogado-geral da União, na comissão.
Cardozo, advogado-geral da União, na comissão.EVARISTO SA (AFP)

Depois de nove sessões desde que a comissão do impeachment foi instalada, Dilma Rousseff apresenta sua defesa para a Câmara dos Deputados, que decidirá sobre a continuidade do processo de destituição presidencial.

José Eduardo Cardozo, advogado-geral da União, deve se apresentar na Câmara para a defesa da presidenta. A expectativa é de que Cardozo afirme que as pedaladas fiscais cometidas em 2014 começaram no governo FHC, estando de acordo com o Tribunal de Contas da União (TCU).

A comissão especial tem prazo de cinco sessões ordinárias para apresentar um relatório final. Nele, dirá se acata ou não o processo de impeachment da presidenta.