Atlético de Madri

Atlético de Madri bate recorde histórico no Campeonato Espanhol

Após sofrer apenas 11 gols em 27 jogos, time de Simeone bateu marca de 1991

Oblak, segurança no gol do Atlético.
Oblak, segurança no gol do Atlético.Peter Dejong (AP)

O Atlético de Madri somou ontem, contra a Real Sociedad, sua terceira vitória da temporada por mais de dois gols (3-0). A campanha da equipe de Simeone não está sendo fértil em gols (36), e a vice-liderança do Campeonato Espanhol, com 61 pontos —cinco a menos que o Barcelona e sete a mais que o Real Madrid— só se explica porque o time tem a melhor defesa do campeonato. De fato, depois de não levar gol na vitória de ontem, atingiu a marca de melhor defesa da história do campeonato após 27 rodadas, com apenas 11 gols sofridos.

Mais informações

O Atlético de Madri bateu um recorde que a própria equipe tinha desde a temporada 1990-91, quando no banco se sentava o croata Tomislav Ivic, com Futre, Schuster e Abel Resino, entre outros, a suas ordens. Naquela temporada, o time alvirrubro só havia levado 12 gols até a rodada 27. Terminou a temporada como vice-campeão, com o Barça levantando o título e o Real em terceiro.

Na temporada atual, uma das chaves da defesa é o grande trabalho que está realizando Oblak no gol. O esloveno realizou 51 defesas, com uma efetividade de 82,54%, melhor que os goleiros do Barcelona (78,35%) e do Real (73,68%). Mas ainda mais relevante é o dado que reflete o trabalho da equipe para evitar a intervenção de seu goleiro. O Atlético só deixou os adversários chutarem 261 vezes, incluindo os bloqueados, e 63 foram ao gol. O Barça contabiliza 268 chutes sofridos, 95 ao gol. O Real recebeu 299 chutes, 95 certos.