Caso Neymar

Mãe de Neymar é intimada a depor nesta quinta-feira à Justiça espanhola

Juiz convoca Nadine Gonçalves como investigada pelos supostos delitos de corrupção

Neymar abraça a Messi no jogo contra o Arsenal.
Neymar abraça a Messi no jogo contra o Arsenal.ANDY RAIN (EFE)

Mais um parente de Neymar precisará atravessar os corredores da Audiência Nacional, principal instância do Judiciário espanhol. O juiz José de la Mata intimou a mãe do jogador brasileiro, Nadine Gonçalves, para depor na quinta-feira na qualidade de investigada pelos supostos crimes de corrupção entre particulares e fraude na simulação de contratos para a inscrição de seu filho no FC Barcelona, segundo fontes judiciais. O juiz ouvirá o testemunho dela às 9h (5h em Brasília), apenas três semanas depois de fazer o mesmo com o atacante e seu pai.

Mais informações

De la Mata investiga as condições da transferência do jogador do Santos para o Barcelona, selada em junho de 2013 por um custo real de 94,8 milhões de euros e um valor declarado de 57,1 milhões (417,2 e 251,3 milhões de reais, respectivamente, pelo câmbio atual). A investigação começou em junho de 2015, com base numa queixa apresentada pela empresa de representação de atletas DIS Esportes e Organização de Eventos, que possuía 40% dos direitos federativos do jogador. A empresa acusou o Santos de ter transferido Neymar para o Barcelona “fora da concorrência normal” e por um valor “inferior ao do mercado”.

Em seu depoimento do começo do mês, Neymar se escudou detrás do pai, alegando que sempre coube a este cuidar de detalhes do contrato, dos quais o jogador nada sabia. Falando em seguida ao mesmo juiz, o pai do atleta corroborou essa afirmação e se disse “muito incomodado” com o fato de ele e Neymar terem sido intimados a depor em Madri. “Meu filho tem muito que fazer, e não merecemos isto", disse ele na ocasião.