Seleccione Edição
Login

Como agem os socorristas do GAPP

Trabalho voluntário leva primeiros socorros a manifestantes feridos nos protestos de rua em São Paulo

  • Antes do ato começar, os socorristas se dividem em grupos de ao menos duas pessoas.
    1Antes do ato começar, os socorristas se dividem em grupos de ao menos duas pessoas.
  • O GAPP já socorreu um policial militar ferido, nas manifestações de 2013.
    2O GAPP já socorreu um policial militar ferido, nas manifestações de 2013.
  • Dentre o material carregado pelos socorristas, estão talas, colar cervical e aparelho para medir a pressão.
    3Dentre o material carregado pelos socorristas, estão talas, colar cervical e aparelho para medir a pressão.
  • Um dos atendimentos prestados foi a um rapaz que teve a perna torcida após cair na chuva.
    4Um dos atendimentos prestados foi a um rapaz que teve a perna torcida após cair na chuva.
  • Socorristas do GAPP prestam atendimento.
    5Socorristas do GAPP prestam atendimento.
  • O metrô da Consolação foi fechado pela polícia depois que parte dos manifestantes tentaram pular as catracas. Nem os socorristas do GAPP puderam entrar na estação.
    6O metrô da Consolação foi fechado pela polícia depois que parte dos manifestantes tentaram pular as catracas. Nem os socorristas do GAPP puderam entrar na estação.
  • Socorristas do GAPP durante o atendimento a uma vítima na manifestação do MPL em São Paulo.
    7Socorristas do GAPP durante o atendimento a uma vítima na manifestação do MPL em São Paulo.
  • 8
  • Os socorristas medem a pressão e tentam acalmar a vítima, enquanto realizam os primeiros cuidados nos ferimentos.
    9Os socorristas medem a pressão e tentam acalmar a vítima, enquanto realizam os primeiros cuidados nos ferimentos.