star wars

Doente terminal pede para ver novo ‘Star Wars’ antes de morrer

Elenco da saga apoia campanha para que fã assista ao filme antes da estreia de dezembro

Vídeo divulgado pelo canal KPTC-TV
Vídeo divulgado pelo canal KPTC-TV

Daniel Fleetwood sofre de câncer e os médicos diagnosticaram que ele tem apenas um ou dois meses de vida. No entanto, encontrou uma razão para lutar até seus últimos dias: conseguir ver o novo filme da saga Star Wars antes de partir. E conta com importantes aliados. Atores da saga como Mark Hamill (Luke Skywalker), John Boyega (que interpreta Fin no novo filme) e Peter Mayhew (Chewbacca) mostraram seu apoio em uma campanha que pede para que Fleetwood possa ver o novo longa antes da estreia, programada para 18 de dezembro em todo o mundo.

Segundo informações da imprensa norte-americana divulgadas nesta quarta-feira, a campanha lançada nas redes sociais pede que os estúdios Walt Disney e o diretor do filme, J.J. Abrams, autorizem Fleetwood, um grande fã da saga, a desfrutar de The Force Awakens (O Despertar da Força) antes de 18 de dezembro, data em que será lançado nos cinemas dos EUA.

"O desejo de um homem que está morrendo é ver #StarWars 'The Force Awakens'. Ajudem a divulgar: #ForceForDaniel (Força para Daniel)", dizia o tuíte que foi repassado por Boyega e Mayhew.

Fleetwood, morador do Texas e com 32 anos, sofre metástase nos pulmões. Em setembro, os médicos diagnosticaram que ele teria até dois meses de vida."Adoro Star Wars. Amo", disse Fleetwood à KPRC, um canal local da rede NBC. "A julgar pela forma como a doença progrediu nos últimos dois meses, não acredito que consiga ver o filme no cinema," disse Fleetwood.

"Ter esse desejo e esse amor, acho que é algo bonito. É apenas um filme, mas é mágico para muitas pessoas", disse Ashley, esposa do paciente, que criou um site GoFundMe, com o objetivo de arrecadar fundos para pagar as contas do tratamento do marido.

No momento, nem o estúdio nem Abrams fizeram uma declaração pública a respeito. O cineasta já atendeu a um desejo semelhante em 2013, quando Daniel Craft, outro paciente com câncer terminal, pediu para ver Star Trek, em segredo, antes do lançamento. Abrams concordou e Craft morreu poucos dias depois de ver o filme.

Mais informações