Incêndios nos EUA

Onda de incêndios deixa centenas de desabrigados na Califórnia

Estado desocupa 500 moradias e fecha escolas perto da área afetada

Bombeiro da Califórnia tenta alterar o rumo do incêndio.
Bombeiro da Califórnia tenta alterar o rumo do incêndio.MAX WHITTAKER (REUTERS)

O mês de agosto, que começou com numerosos focos de incêndio já controlados no norte da Califórnia, registra agora novos focos de fogo no sul do Estado. Um novo incêndio na localidade de Summit, a 130 quilômetros a leste de Los Angeles, no complexo conhecido como Big Bear, obrigou as autoridades a desocuparem mais de 500 moradias. Ao todo, há mais de 65 grandes incêndios em curso no Oeste dos Estados Unidos.

As equipes de bombeiros relataram à NBC que a intensidade das chamas obriga a usar um retardante químico de chamas, lançado de aviões, para permitir a retirada dos moradores.

No fim de semana, três bombeiros morreram na localidade de Washington, na Califórnia. O caminhão que os transportava sofreu um acidente enquanto fugia das chamas. Um dos integrantes da equipe conseguiu se salvar, mas continua internado com queimaduras em 60% do corpo. Desde que as chamas começaram, mais de 200 casas dessa cidade já foram destruídas. A prefeitura convocou equipes de voluntários civis que recebem formação e passam a apoiar os bombeiros profissionais. As escolas do distrito foram fechadas.

Mapa com os incêndios da Califórnia

No Vale Central, o mato seco presente em grande quantidade se tornou o combustível perfeito para novos incêndios. Alguns dos focos, menores, estão ativos há mais de um mês, sem que possam ser completamente extintos.

No condado de Freno, o fogo que atinge o Parque Nacional do Canyon dos Reis não causou vítimas humanas, mas uma grande coluna de fumaça é vista a grande distância. Os bombeiros só controlam 7% desse incêndio.

Arquivado Em: