Seleccione Edição
Login

Dani Alves e o treinador Luis Henrique ficam no Barça

Após meses de negociação, lateral brasileiro mantém seu vínculo com o clube até 2017

Dani Alves, na celebração da Champions. / Frank Augstein (AP)

O Barcelona confirmou que o lateral brasileiro Dani Alves aceitou a oferta de renovação do clube e vai assinar um contrato de dois anos, com a opção de renovação por um terceiro, recebendo um salário de aproximadamente 32 milhões de reais por ano. O atual contrato dele termina em 30 de junho. Assim como o brasileiro, o treinador Luis Henrique também renovou seu contrato. Ex-jogador do Barcelona, Luis Henrique fica no clube até 2017, após estender o acordo em um ano.

As negociações entre Dani Alves e o Barcelona se arrastaram por vários meses. Em abril, a empresária e ex-mulher e do jogador, Dinorah Santa Ana, disse que eles não aceitariam a oferta de renovação do clube catalão. Sem solução à vista, o brasileiro admitiu em maio que seu futuro era “um mistério”. “Vou tomar uma decisão depois da Champions League. Não antes disso, para não me distrair. Se estou aqui é porque estou escutando um monte de besteiras e babaquices. Estão faltando ao respeito comigo, e tenho um limite. Cada um coloca as interpretações no seu jornal de acordo com os seus interesses. E já cheguei ao meu limite”, disse ele, irritado.

“Há várias semanas Alves tem uma oferta sobre a mesa. Não resta muito tempo para decidirmos a questão, porque deixamos o cargo na terça-feira...”, disse, na segunda, Josep Maria Bartomeu, presidente do Barcelona. E na manhã de terça Alves disse sim. No domingo, durante a comemoração da tríplice coroa do Barça, o jogador, visivelmente emocionado, deixou entrever que não desejava ir embora. “Não sei quanto vai durar este sonho, não sei se ele chegou ao fim. Não sei quanto tempo, mas que seja eterno enquanto dure. Aqui eu fui feliz, aqui eu sou e aqui serei feliz, sou um de vocês”, disse o camisa 22. Um sentimento correspondido pelos torcedores do Barça, que lhe pediram para ficar. E assim foi.

Aqui fui feliz, aqui sou feliz aqui e aqui serei feliz, sou um de vocês”, disse Alves no domingo no Camp Nou

Na pré-temporada, o Barcelona não via com bons olhos a renovação do contrato de Alves, pois alguns dirigentes consideravam que o lateral não seria mais rentável. No entanto, ele se tornou uma peça importante na equipe de Luis Enrique. “Vocês veem a confiança que tenho em Alves pelas decisões que tomo quanto à escalação”, disse o treinador asturiano tempos atrás. O brasileiro jogou um total de 3.934 minutos na temporada (73%) – uma estatística muito superior à dos seus rivais na lateral direita: Adriano (que pode jogar nos dois lados) atuou por 1.403 minutos; Montoya, 903; e Douglas, 263.

Na próxima temporada, Alves terá mais concorrência no lado direito da defesa azul-grená. O Barcelona apresentou nesta segunda-feira Aleix Vidal. O ponta transformado em lateral por Emery chegou ao Barça numa negociação de 19 milhões de euros (66,8 milhões de reais). No entanto, como consequência da punição da FIFA ao Barcelona por irregularidades no recrutamento de jogadores menores de 18 anos, o clube não pode registrar novos jogadores no mercado do verão europeu, e por isso Vidal só estreará em janeiro com a camisa do time. Não importa: o clube já conta (novamente) com Alves.

MAIS INFORMAÇÕES