Atentado ao 'Charlie Hebdo'

EL PAÍS, com ‘Charlie Hebdo’

Jornal publica página dupla central do novo número do semanário satírico atacado

O cartunista Luz mostra o novo número do 'Charlie Hebdo'.
O cartunista Luz mostra o novo número do 'Charlie Hebdo'.P. W. (REUTERS)

EL PAÍS publica na quarta-feira em sua edição impressa a página dupla central do número desta semana do semanário Charlie Hebdo, traduzida para o espanhol. O diário global se solidariza dessa forma com o semanário francês, atacado no dia 7 de janeiro por um comando jihadista que matou 12 pessoas.

Mais informações

As charges poderão ser vistas no site do EL PAÍS a partir da meia-noite desta terça-feira, horário na Espanha (21h em Brasília), e também estarão disponíveis em catalão e português. O Charlie Hebdo colocará na quarta-feira nas bancas da França três milhões de exemplares desse número, o 1.178 do semanário. A edição foi feita pelos sobreviventes do ataque, instalados na redação do diário Libération. Os responsáveis pelo semanário anunciaram que o número será publicado também em inglês, espanhol, árabe e turco.

A capa desta nova edição do Charlie Hebdo, assinada pelo cartunista Luz, mostra uma charge de Maomé na qual o profeta ergue um cartaz que diz “Je suis Charlie” (Eu sou Charlie”) sob os dizeres “Tout est pardonné (“Tudo está perdoado”).