Seleccione Edição
Login

Itu: à caça do caminhão-pipa

Os casos de famílias sem água há mais de duas semanas se multiplicam no munícipio de 165.000 habitantes

  • A família Sobrinho está sem água desde o dia das eleições, em 5 de outubro. Noelita, a avó, lembra seus dias na Bahia quando a seca a fez partir para São Paulo. A família de seis membros consome menos de 200 litros por dia, 90 litros acima da média recomendada pela OMS por pessoa.
    1A família Sobrinho está sem água desde o dia das eleições, em 5 de outubro. Noelita, a avó, lembra seus dias na Bahia quando a seca a fez partir para São Paulo. A família de seis membros consome menos de 200 litros por dia, 90 litros acima da média recomendada pela OMS por pessoa.
  • Duas bicas cercadas por esgoto se tornaram a salvação de dezenas de moradores do bairro de Cidade Nova e Portal do Éden, em Itu. Com rodízio oficial desde fevereiro, aumenta o número de famílias sem água há mais de duas semanas.
    2Duas bicas cercadas por esgoto se tornaram a salvação de dezenas de moradores do bairro de Cidade Nova e Portal do Éden, em Itu. Com rodízio oficial desde fevereiro, aumenta o número de famílias sem água há mais de duas semanas.
  • Todos os membros da família ajudam a carregar água, inclusive as crianças. As filas para acessar à bica se prolongam o dia inteiro. Os moradores não sabem se a água é adequada para o consumo.
    3Todos os membros da família ajudam a carregar água, inclusive as crianças. As filas para acessar à bica se prolongam o dia inteiro. Os moradores não sabem se a água é adequada para o consumo.
  • Os moradores costumam pegar água da bica duas vezes por dia para preencher seus galões. Muitos relatam brigas entre eles por medo do fio d'água acabar.
    4Os moradores costumam pegar água da bica duas vezes por dia para preencher seus galões. Muitos relatam brigas entre eles por medo do fio d'água acabar.
  • As crianças colaboram na captação de água na bica. Enquanto as mães carregam os galões, os pequenos se ocupam das garrafas menores ao voltar da escola.
    5As crianças colaboram na captação de água na bica. Enquanto as mães carregam os galões, os pequenos se ocupam das garrafas menores ao voltar da escola.
  • Os esgoto cerca as duas bicas de água das quais dependem os moradores do bairro de Cidade Nova.
    6Os esgoto cerca as duas bicas de água das quais dependem os moradores do bairro de Cidade Nova.
  • A subprefeitura de Itu liberou as torneiras para os moradores preencherem d'água seus barris.
    7A subprefeitura de Itu liberou as torneiras para os moradores preencherem d'água seus barris.
  • Enquanto a administradora da Regional do Pirapitingui, uma espécie de subpreitura, tenta lidar com mais de 80 solicitações diárias de caminhões-pipa, os vizinhos fazem uso das únicas torneiras do bairro com água.
    8Enquanto a administradora da Regional do Pirapitingui, uma espécie de subpreitura, tenta lidar com mais de 80 solicitações diárias de caminhões-pipa, os vizinhos fazem uso das únicas torneiras do bairro com água.
  • Os distúrbios tomaram conta de alguns bairros de Itu. À noite, se multiplicam as barricadas que cortam uma das principais rodovias da cidade. Moradores chegaram a queimar um ônibus em sinal de protesto pela falta de água.
    9Os distúrbios tomaram conta de alguns bairros de Itu. À noite, se multiplicam as barricadas que cortam uma das principais rodovias da cidade. Moradores chegaram a queimar um ônibus em sinal de protesto pela falta de água.
  • "Queremos água! Ninguém faz nada!". Na útima quarta-feira os moradores de Itu protestaram de novo contra a falta de abastecimento na cidade.
    10"Queremos água! Ninguém faz nada!". Na útima quarta-feira os moradores de Itu protestaram de novo contra a falta de abastecimento na cidade.