Com vendas menores, valor da casa própria cai pelo oitavo mês

Uma pesquisa feita em 16 cidades confirma o desaquecimento do mercado, apontando a menor variação de preços desde 2011

O índice FipeZap Ampliado, que se baseia no preço de imóveis anunciados na internet de apartamentos prontos em 16 grandes cidades brasileiras, por exemplo, registrou em julho o oitavo mês seguido de desaceleração. Ainda de acordo com o indicador, a variação acumulada em doze meses no preço do metro quadrado é a menor desde 2011.

São Paulo tem o segundo mais alto valor médio de metro quadrado entre as cidades monitoradas, com 8.186 reais. Os paulistas estão atrás no ranking apenas do Rio de Janeiro, que registra 10.699 reais.

Mais informações

Ao mesmo tempo, anúncios veiculados nos últimos dias em jornais e na internet apontam para a realização de feirões e megapromoções. Uma delas, da construtora e incorporadora PDG, anuncia para breve "a maior operação de venda de imóveis do Brasil", com descontos "de até 500.000 reais" em mais de 5.000 unidades de apartamentos, casas, terrenos e salas comerciais. Já não é incomum encontrar ofertas com 30% de desconto em relação aos preços praticados no ano passado.