Copa do Mundo 2014 | SELEÇÃO ESPANHOLA

La Roja já está na Espanha

Depois de jogar a última partida contra a Austrália, os jogadores chegaram nesta manhã

Os jogadores da seleção chegam ao aeroporto. (atlas)

A seleção espanhola de futebol aterrissou em Madri perto do meio-dia local (7 horas em Brasília) de forma discreta, sem atender à imprensa nem saudar os torcedores que esperavam para darem seu apoio.

Os integrantes da equipe, vestidos com uniforme preto com listras e escudo em verde, chegaram ao Terminal quatro do aeroporto Adolfo Suárez-Barajas no voo 2907 da Iberia e seguiram por várias vans sem passar pela área de saída. Entre eles, não se encontravam jogadores como Piqué, Cesc ou Diego Costa, que ficaram em terras sul-americanas depois de disputar a última partida da fase de grupos contra a Austrália na Arena da Baixada, em Curitiba.

O duelo terminou com vitória por 3 x 0, mas não serviu para passar à rodada seguinte, após perder para a Holanda e para o Chile nas duas primeiras partidas, o que implicou na eliminação automática da seleção. Um resultado inesperado para os campeões vigentes do torneio, mas o que não foi nenhum inconveniente para aqueles fãs que se deslocaram até o aeroporto na manhã desta terça-feira, com a intenção de ver de perto seus ídolos e os acolher em um momento duro.

Vestindo o uniforme da seleção ou portando bandeiras, várias dezenas deles se aglomeraram na porta tentando conseguir uma foto, uma assinatura ou uma lembrança. Depois de reconhecer que isto não seria possível, espalhou-se um sentimento generalizado de decepção pela oportunidade perdida e a espera infrutífera.

"Perdemos e tinham que ter saído de cabeça erguida. Nós estávamos aqui para dar nosso apoio, dá na mesma para nós, somos incondicionais. Erraram saindo pela porta de atrás", explicava uma mulher que aguardava junto a vários jovens desde as 10h30 da manhã (5h30 em Brasília). "Na vida, é preciso saber perder mais do que ganhar. Ganhar todos sabemos", acrescentava, enquanto o resto do grupo exibia um cartaz feito à mão com a mensagem 'Siempre com La Roja' ('Sempre com La Roja', em espanhol).

Na mesma linha pronunciava-se uma garota vestida com as cores da seleção nacional: "Isso foi fatal, não há palavras para descrever o mal que fizeram. Estou muito decepcionada, porque isso não é normal". "Estamos tentando dar o nosso apoio, porque pensávamos que vinham com a moral baixa, e não quiseram. Deveriam se desculpar por isso, porque pegou muito mal. Espero que não volte a se repetir", acrescentou.

Finalmente, todos abandonaram o recinto com resignação igual a dos membros da seleção, que começam agora suas férias de verão antes do começo da pré-temporada com seus respectivos times.