Seleccione Edição
Login

“Se querem a Copa, que seja entregue de uma vez”

A Croácia mostra sua indignação pelo pênalti marcado pelo juiz Nishimura: “Todos no estádio e 2,5 bilhões de pessoas viram pela televisão que não foi pênalti, reclamou o técnico Kovac

Fred cai ante Corluka y Lovren. REUTERS

Era o que faltava para a imagem de uma Copa do Mundo tão questionada: que o Brasil fosse favorecido pelo juiz Youchi Nishimura na primeira partida. A Croácia saiu da Arena São Paulo com a sensação de que, sem o duvidoso pênalti marcado sobre Fred, o resultado poderia ter sido outro. Profundamente irritado, o treinador croata Niko Kovac apareceu na sala de imprensa para elaborar um discurso incendiário contra a FIFA: “É melhor desistirmos, fazer as malas e irmos embora para casa. É uma vergonha. Falam de respeito, e não tiveram respeito sobre a Croácia. Se isso foi um pênalti, não precisamos mais jogar futebol. A arbitragem foi muito tendenciosa e favoreceu o Brasil. Isto pode virar um circo com arbitragens assim”.

“Se alguém no estádio viu que isso foi pênalti, que levante a mão”, queixou-se, novamente, Kovac. “Todo mundo no estádio e 2,5 bilhões de pessoas pela televisão viram que não foi pênalti”, acrescentou o jovem treinador croata. “Jogamos futebol e as regras são iguais para as duas equipes”, disse o treinador croata depois de perder por 3 a 1 na abertura da Copa do Mundo. “O logotipo da FIFA diz ‘Respeito’. Respeito para as duas equipes. Foi estranho o que aconteceu hoje”, afirmou Kovac.

O logotipo da Fifa diz ‘Respeito’. Respeito para as duas equipes. Foi estranho o que aconteceu hoje

Niko Kovac, selecionador croata

Luiz Felipe Scolari não teve a mesma opinião. Aos olhos do treinador brasileiro, o pênalti em Fred existiu: “Agora então organizamos cinco circos para o Brasil ganhar e nunca tivemos Garrincha, Pelé, Nilton Santos, Ronaldo e Romário. Milhares de pessoas não viram o pênalti, mas eu vi e o árbitro, também”.

Da mesma forma que seu treinador, os jogadores da Croácia mostraram indignação na zona mista. “Se querem ganhar a Copa, que já peguem-na agora. O juiz decidiu, isso é uma vergonha e mancha a imagem do Brasil”, reclamou Kovacic. “Vi a jogada do pênalti da mesma forma que todos, é uma pena, e também não teve falta do Olic no Júlio César no gol que nos anularam. Há cinco dias fomos visitados pelos árbitros, eles nos disseram várias coisas e agora fazem tudo diferente”, disse Rakitic, que insistiu no assunto quando questionado sobre a atuação de Neymar. “Preferiria que me perguntassem o que aconteceria se o juiz o tivesse expulsado, porque com 1 a 0 e um jogador a mais, não acho que teríamos perdido”.

“Jogamos uma boa partida, mas o segundo gol nos matou. Não foi pênalti, mas o árbitro viu de uma forma diferente. Agora não podemos fazer nada. Não é justa a forma como perdemos, agora temos de pensar em Camarões para sermos segundo do grupo. Eles são fortes”, lamentava Luka Modric, do Real Madrid.

MAIS INFORMAÇÕES