Pendurado em um poste quatro horas e meia depois de pular a grade de Melilla

Um dos 800 subsaarianos que tentaram pular a grade fronteiriça de Melilla desaba, exausto, depois de horas de resistência Ao cair lesionou uma perna e foi trasladado a um serviço médico de emergência da cidade autônoma espanhola no norte da África

Um homem ficou pendurado em um poste de luz por quatro horas e meia após pular a grade que dá acesso à cidade autônoma de Melilla, território espanhol no norte da África. Exausto, o imigrante acabou desabando, e na queda lesionou uma perna, sendo trasladado em seguida para um centro médico de emergência de Melilla. O município simboliza uma das portas de entrada da Europa para milhares de africanos, que se arriscam a entrar no continente de forma ilegal cotidianamente. O homem estava acompanhado por 800 subsaarianos -todos os outros foram devolvidos a Marrocos.

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Recomendaciones EL PAÍS
Logo elpais

Você não pode ler mais textos gratuitos este mês.

Assine para continuar lendo

Aproveite o acesso ilimitado com a sua assinatura

ASSINAR

Já sou assinante

Se quiser acompanhar todas as notícias sem limite, assine o EL PAÍS por 30 dias por 1 US$
Assine agora
Siga-nos em: