Sotheby’s exibirá 50 desenhos inéditos de Picasso

A casa de leilões mostrará em Paris obras procedentes da coleção particular da neta do pintor

'Le peintre et son modèle' (1955).
'Le peintre et son modèle' (1955).PABLO PICASSO

Muito estranho. Como um oceano sem orla. A casa de leilões Sotheby’s exibirá 50 desenhos sobre o papel e algumas cerâmicas procedentes da coleção privada de Marina Picasso, neta do gênio. A diferença é que não estarão à venda, algo incomum em uma proposta de uma casa de leilões. A exposição (de 28 de março a 1º de abril) Picasso et le nu (Picasso e o nu) coincidirá com o Salon du Dessin, que está sendo realizado na capital francesa em datas coincidentes (26 a 31 de março).

'Nu debout de profil' (1920).
'Nu debout de profil' (1920).PABLO Picasso

A amostra percorre o olhar de Picasso em um assunto central em sua obra: o nu. Desse tema há estupendos exemplos. De pequenos apontamentos com tinta que têm as prostitutas de Barcelona como motivo central à obsessão pelo tema do pintor e o modelo. De fato, durante 1963 e 1964 quase não pintaria outra coisa. Compulsivamente completa álbum após álbum reinterpretando o paradoxo mítico do artista como criador.

Talvez a obra mais interessante destas 50 seja Corps de femme de face (Corpo de mulher de frente). Trata-se de um papel de grande tamanho (62,9 x 48 centímetros) de 1908 que é um dos muitos desenhos que ele criou pouco depois de conceber a histórica Les Demoiselles d’Avignon (1907). Na prática, foram seus trabalhos sobre o nu os que finalmente lhe conduziriam ao cubismo. E neste esquema designadamente Picasso utiliza blocos geométricos para reconstruir o corpo nu de uma mulher sem cabeça.

'Femme nue couchée' (Marie Thérèse)', 1932.
'Femme nue couchée' (Marie Thérèse)', 1932.PABLO Picasso

Junto a esse desenho cubista, outra peça que destaca é a que, conforme Aurélie Vandevoorde, responsável pela área de arte Impressionista e Moderna da Sotheby’s em Paris, a própria Marina Picasso assinalou como sua favorita. Le peintre et son modèle (1955) figura em Villa California, uma casa do século XIX situada em Cannes (França) que seria um lar e local de estudos do artista e onde agora vive Marina.

Conta a sala de leilões que a ideia da exposição chega após vários especialistas da Sotheby's virem alguns destes desenhos no centro de arte La Malmaison (Cannes). A neta de Picasso tem boa relação com a casa de ofertas há anos e propuseram-lhe a ideia. Aceitou.

Sem dúvida, uma boa desculpa para perguntar pelo número 76 da rua Fubourg Saint-Honoré em Paris —onde a Sotheby's tem sua sede— e desfrutar de cinquenta desenhos que despem um gênio.