Dezenas de pessoas morrem em acidente de avião com 103 passageiros na Argélia

Ao menos 70 corpos já foram encontrados. A maior parte dos passageiros eram familiares de membros do Exército

Parte do avião destruído no acidente na Argélia. EFE/STR
Parte do avião destruído no acidente na Argélia. EFE/STR

Dezenas de pessoas morreram nesta terça-feira na Argélia em um acidente de avião militar que passava por uma zona montanhosa na província oriental argelina de Um al Buagui. Trata-se da aeronave modelo Hercules C-130, do fabricante norte-americano Lockheed Martin, com matrícula 7T-WHM na qual viajavam militares e famílias de membros do Exército vindas de Tamanraset (ao sul do país) para Constantina (ao norte), entre eles, muitas crianças, segundo os diários  da Argélia. Um oficial de proteção civil informou à rádio pública argelina que foi encontrado um sobrevivente, que foi enviado com ferimentos a um hospital.

"Encontramos um sobrevivente e a busca continua", declarou o coronel Farid Nechad, sem mais detalhes. Segundo o diário O Watan, já foram encontrados 77 corpos e há 25 pessoas desaparecidas.

Segundo Secret Difa3, um site de informação sobre defesa de Magreb, o acidente aconteceu quando o avião se aproximava do aeroporto Mohamed Boudiaf  em Constantina, e acrescenta que os pilotos são os oficiais Djeghbal  e Bouzid. O avião se chocou em uma montanha que alcança 1.258 metros de altura, a algumas dezenas de quilômetros ao sul do aeroporto, em uma situação de visibilidade quase nula e ventos fortes.

O responsável pela comunicação da região militar do leste da Argélia, o coronel Lahmani Buguern, assegurou à agência oficial argelina APS que no avião viajavam 103 pessoas, (99 passageiros e quatro tripulantes), e deixou claro que ainda não se sabe o número definitivo de vítimas.

O oficial explicou que as primeiras informações apontam que o acidente foi causado pelo mau tempo quando o avião se preparava para aterrissar. A aproximação a Constantina é uma manobra um pouco complicada porque a última volta para entrar na pista está relativamente próxima de algumas montanhas, segundo o Secret Difa3.

Em novembro passado, seis pessoas perderam a vida quando outro avião de transporte militar argelino se chocou na região francesa de Lozere, ao sul da França. Para encontrar um acidente aéreo de magnitude similar no país, é preciso voltar ao dia 6 de março de 2003, quando um Boeing da companhia pública Air Algerie se chocou na província de Tamanraset e 102 pessoas morreram, seis delas membros da tripulação.