Os indicados ao Oscar de melhor filme estrangeiro

Três filmes europeus, um cambodiano e um palestino disputam o prêmio 'A grande beleza', de Sorrentino, e 'A caça', de Vinterberg, enfrentam três desconhecidos

Fotograma de 'A grande beleza', de Paolo Sorrentino.
Fotograma de 'A grande beleza', de Paolo Sorrentino.

São cinco indicados ao Oscar de melhor filme estrangeiro: A grande beleza (Itália), A caça (Dinamarca), Alabama Monroe (Bélgica), L'image Manquante (Camboja), Omar (Palestina). Foram escolhidos entre nove pré-candidatos, entre os quais não estava a ganhadora da Palma de Ouro na  edição anterior do Festival de Cannes, A vida de Adèle, devido à data da estreia. The grandmaster, de Wong Kar-Wai (Hong Kong), estava pré-selecionada mas não foi indicada.

A grande beleza, de Paolo Sorrentino (Itália). Um retrato da magnificência e decadência de Roma que ganhou os principais prêmios —melhor filme, diretor, ator e edição — dados pela Academia de Cinema Europeia. Veja o trailer.

A caça, de Thomas Vinterberg (Dinamarca). O diretor dinamarquês, co-fundador do movimento dogma, aborda novamente (como em Celebração, 1998) o abuso sexual de menores. Desta vez, a trama se desenvolve em um pequeno vilarejo onde o professor da escola é acusado por uma de suas alunas, filha de seu melhor amigo. Veja o trailer.

Alabama Monroe, de Felix Van Groeningen (Bélgica). O filme teve seis indicações aos prêmios da Academia Europeia —entre eles, o de melhor filme—, e conta a história de um casal durante sete anos de relação através de sua paixão pela música bluegrass. Veja o trailer.

L'image Manquante, de Rithy Panh (Camboja). O documentário retrata a procura de uma fotografia tomada pelos jemeres vermelhos quando governavam o país, recriada mediante figurinos e gravações da época. Ganhou o prêmio Un certain regard de melhor filme na última edição do Festival de Cannes. Veja o trailer (em inglês).

Omar, de Hany Abu-Assad (Palestina). Prêmio especial do júri no Festival de Cannes 2013, este suspense conta a história de um jovem obrigado a viver entre os dois mundos que divide o muro israelense. Depois de ser parado pela polícia, decide se unir à resistência. Veja o trailer (em inglês).