Seleccione Edição
Login

A viúva de Steve Jobs refaz sua vida com o ex-prefeito de Washington

Lauren Powell divide agora projetos profissionais e a vida privada com Adrian Fenty

Lauren Powell, viúva de Steve Jobs.
Lauren Powell, viúva de Steve Jobs. BLOOMBERG

Diziam que Adrian Fenty representava o futuro de Washington. Ali nasceu, cresceu e chegou a prefeito aos 35 anos de idade. Mas desde que deixou o governo da cidade, que reúne o poder político nos Estados Unidos, sua vida está mais centrada no Vale no Silício. Não só no profissionalmente, mas também no privado. Este político que se apresenta em público como um visionário é a pessoa com quem Lauren Powell está reconstruindo agora sua vida, depois da morte, há dois anos, de Steve Jobs. Há semanas a notícia começou a circular e eles não a negam.

Fenty, 42 anos, e Powell, oito a mais que ele, têm uma coisa em comum: são apaixonados pela educação e lutam lado a lado pela reforma do sistema. Eles se conheceram em uma conferência em Houston sobre os direitos dos estudantes. Isso foi quando Jobs estava na fase terminal. Em fevereiro de 2012, o nome do ex-prefeito já aparecia no diretório do College Track, um dos programas beneficentes da herdeira do cofundador de Apple.

O relacionamento profissional entre os dois foi crescendo até que no verão passado a imprensa norte-americana revelou seu relacionamento com Fenty, que passado um ano anunciou a separação de sua mulher Michelle, depois de 15 anos de relacionamento.

Adrian Fenty, ex-prefeito de Washington.
Adrian Fenty, ex-prefeito de Washington. CORDON

Em abril passado foi a própria Powell quem rompeu o silêncio para entrar em cena e mostrar ao mundo seu papel de ativista. Fez isso para apoiar a reforma migratória, outra das causas em que milita. A viúva de Jobs é dona da maior fortuna de Vale do Silício. A revista Forbes calcula sua riqueza pessoal em 11.7 bilhões de dólares, o que a coloca entre as 100 pessoas mais ricas do mundo.

A empresária, formada nas escolas de negócios de Wharton e Stanford, é a principal acionista da Walt Disney. Dali provém a maior parte de sua fortuna, que se completa com ações de Apple. Na lista de mulheres mais poderosas, a também fundadora e presidenta de Emerson Collective, aparece no posto 39. Com Jobs, ela aprendeu as táticas de persuasão que agora utiliza para atrair a atenção.

O presidente Barack Obama a designou um ano antes de morrer Steve Jobs como membra do conselho que o assessora em questões para melhorar as condições sociais das comunidades. Como outras grandes figuras dedicada à filantropia e ao ativismo social, Lauren Powell acha agora que seu trabalho pode ser mais efetivo se for conhecido e faz isso sempre de controlando a faceta que quer mostrar ao público. Powell também é considerada no mundo dos negócios como um angel investor, que investe em companhias emergentes, como na Ozy Media. Também é cofundadora de Terravera, dedicada a produtos orgânicos.

Enquanto isso, Fenty empresta sua visão ao buffet Pekins Coie, que representa as empresas a Amazon, Microsoft, Google, Facebook e Twitter, e no fundo de capita de risco Andreesen Horowitz.