ELEIÇÕES ARGENTINA 2019

O peronista Alberto Fernández derrota Macri nas presidenciais da Argentina

A apuração, aos 94,8%, dá a vitória a Fernández, que vence por mais de sete pontos sobre Mauricio Macri. O presidente parabeniza o candidato peronista e o convida para uma reunião para organizar a transição

Alberto Fernandez com a ex-presidenta Cristina Kirchner, sua companheira de chapa diante dos apoiadores em Buenos Aires.
Alberto Fernandez com a ex-presidenta Cristina Kirchner, sua companheira de chapa diante dos apoiadores em Buenos Aires.Agustin Marcarian (REUTERS)

Mais informações

Mais de 32 milhões de argentinos foram às urnas neste domingo para eleger um novo presidente e renovar parte do Congresso. Com 96,22% das urnas apuradas, os resultados dão a vitória a Alberto Fernández, com 48% dos votos acima de 40,44% do atual presidente Mauricio Macri, que reconheceu a derrota e anunciou que convidou sua rival "tomar café da manhã na Casa Rosada amanhã para avançar na transição".

Macri fez uma ótima eleição. Depois de perder as primárias por mais de 16 pontos contra Fernandez, ele reduziu essa diferença para sete pontos na eleição geral. Sua campanha ganhou força nas últimas semanas, após a decisão de sair com uma série de manifestações em todo o país que gradualmente se tornaram massivas. Fernandez, por outro lado, perdeu dois pontos entre as primárias e as eleições neste domingo. No entanto, o resultado lhe dá a vitória no primeiro turno.

No discurso de vitória, Fernández fez menção a Néstor Kirchner, marido falecido de sua companheira de chapa, a ex-presidenta Cristina Kirchner, a quem o presidente eleito considera um mentor, mestre e amigo. "Faz quatro anos que temos escutado 'ele não voltam", discursou Fernández, em referência aos apoiadores de Macri. "Mas uma noite voltamos", gritou eufórico. O peronista também pediu "Lula livre", em menção ao ex-presidente brasileiro preso como consequência da Operação Lava Jato. "Ele é um homem injustamente preso", disse.

Como os correspondentes do EL PAÍS contaram a eleição, em espanhol: